Minas Gerais e Suécia discutem inovação nos setores de mineração

A Suécia é hoje o maior produtor de minério de ferro da Europa e também o segundo maior exportador de produtos florestais (papel, celulose e produtos madeireiros) do mundo. Com o objetivo de apontar as oportunidades de negócios e apresentar a experiência do país europeu nos dois setores, o Sistema Fiemg, por intermédio do CIN e da Câmara da Indústria de Base Florestal, do Ibram do Sindiextra e a Embaixada da Suécia promoveram, no dia 22/05, o seminário “Inovação nos setores de Mineração e Florestal – A experiência sueca e brasileira”.

Segundo o presidente do Sistema Fiemg, Olavo Machado Junior, o seminário serve como estímulo para fomentar novas parcerias e novos negócios entre Minas Gerais e Suécia. “Temos uma excelente oportunidade para gerar novos acordos entre as duas regiões. Eles têm uma agenda comercial bastante diversificada e é nosso interesse unir representantes dos setores da Mineração e da Indústria Florestal das duas regiões para dar continuidade às crescentes relações entre eles e impulsionar a colaboração sueco-brasileira”, ressaltou.

O presidente do Ibram e do Sindiextra, Fernando Coura, pontuou a excelência do país nórdico em mineração como ponto relevante do encontro. “Os suecos estão no topo da produção de minério de ferro no continente europeu. Nos últimos anos, devido à tecnologia aumentaram bastante sua capacidade produtiva e é muito positivo que o setor no Brasil tenha contato com essa experiência”, completou.

Já o presidente da Câmara da Indústria de Base Florestal da Fiemg, Fausto Varela, enfatizou a oportunidade de troca de experiências gerada pelo evento. “A Suécia trabalha como uma questão muito importante atualmente que é a sustentabilidade. Além disso, o setor florestal vem trabalhando para desenvolver a bioeconomia através de inovação e tecnologia, duas culturas muito fortes no país deles e que foram temáticas no seminário”, disse.

O evento contou com a participação de uma comitiva sueca liderada pelo Ministro de Comércio e Inovação, Mikael Damberg, e o embaixador, Per-Arne Hjelmborn, além de representantes dos setores da Mineração e da Indústria Florestal do país nórdico.

Durante a visita, o ministro europeu enfatizou as boas relações entre Brasil e Suécia e salientou a importância de se ampliar ainda mais o mercado entre os dois países. “A intenção é alavancar o comércio bilateral e a inovação entre Brasil e Suécia. Mas para isso é necessária uma cooperação econômica, técnica e industrial”, ressaltou.

Também participaram do encontro o Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Altamir Rôso, o presidente da Codemig, Marco Antônio Castelo Branco e a assessora da Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais da Prefeitura de Belo Horizonte, Stephania Aleixo.

Abertura

Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Altamir Rosô; Presidente da Fiemg, Olavo Machado Júnior; Presidente do Sindiextra e Vice-Presidente do Ibram, José Fernando Coura, Ministro da Indústria e Inovação da Suécia, Mikael Damberg; Embaixador da Suécia no Brasil Per-Arne Hjelmborn, Fausto Varela, Presidente do Sindifer e Presidente da Câmara de Indústria de Base Florestal da Fiemg; Subsecretário de Politica Mineral e Energética da Sede, José Guilherme Ramos

Workshop de Mineração

Homenagem de agradecimento da Embaixada da Suécia, através da Elsa Stefenson ao Diretor de Assuntos Minerários do Ibram, Marcelo Ribeiro Tunes

Crédito fotográfico: Alessandro Carvalho

Fonte: Redação MM

Deixe uma resposta