Banheiro incinerador reduz custos em Carajás

Uma melhoria instalada pela Vale na Usina 2 de Carajás, no Pará, vem contribuindo para a preservação ambiental. Trata-se de um banheiro com vaso incinerador, nova instalação que substituiu os antigos banheiros químicos na área da retomadora de caçamba da unidade, equipamento que realiza a recuperação do minério no pátio de regularização.

O vaso incinerador conta com uma tecnologia que reduz significativamente o uso de água. Além disso, diminui os resíduos produzidos em 90% de sua massa e volume, transformando-os em cinzas não poluentes, que não demandam tratamento especial para descarte.

O novo banheiro já supera expectativas em relação aos químicos, anteriormente usados, por serem mais sustentáveis e gerarem menos custos de manutenção. Os vasos não precisam ainda de limpeza especializada, não utilizam água e não produzem odores. Esse foi o primeiro de cerca de 30 banheiros que devem ser instalados nos próximos meses nas usinas 1 e 2 de Carajás e no Salobo.

O vaso sanitário recebe os detritos dos usuários e, por um processo térmico, transforma o material em cinzas e o acondiciona em um coletor interno do banheiro. Os resíduos são removidos a cada três ou quatro meses e destinados como não perigosos. Esses resíduos não são nocivos ao meio ambiente. Além disso, a água usada para lavar as mãos é totalmente reciclada, pois é coletada do ar condicionado da sala de operação da máquina.

Fonte: Redação MM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *