A líder de uma fábrica de cimento

Objetividade e foco. Atributos que Adriana Celestino de Souza Camargo mantém desde os tempos universitários. Formada em Química na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pós-graduada em Qualidade Industrial pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), Adriana ingressou no mercado de trabalho como analista de Laboratório em uma indústria, mas desde os primeiros dias de experiência estava determinada a alcançar um posto de liderança.

Em janeiro de 2019, Adriana Celestino, de 45 anos, se tornou a primeira empregada a assumir a liderança de uma das nossas fábricas. Ela é a nossa nova gerente da unidade de Corumbá (MS), uma das mais tradicionais da empresa no Centro-Oeste, que opera desde a década de 1950 e emprega 230 empregados diretos e indiretos.

Para chegar ao mais alto cargo na fábrica, Adriana Celestino percorreu um longo caminho. E no setor industrial, ainda dominado pelo sexo masculino, conseguir uma promoção exigiu de Adriana não só objetividade e foco, como também dedicação e coragem para mudar de ares e arriscar-se em novas empreitadas para atingir sua meta.

Adriana começou a trabalhar com a gente como coordenadora de Produção, cargo que exerceu até 2012, em São Paulo (SP). Depois, mudou-se para o Distrito Federal, onde trabalhou na unidade de Sobradinho (DF) como coordenadora de Produção de Argamassas e Cimentos e coordenadora nas áreas de Produção e Meio Ambiente. Em seguida, assumiu a operação, no município de Cajamar (SP), como gerente de fábrica de argamassas e, por último, a posição de gerente do Complexo Metropolitano, que agrupa, além da unidade de Cajamar, a unidade de Barueri (SP). No final de 2018, foi convidada para ocupar a vaga de gerente da fábrica de cimentos em Corumbá (MS).

Iniciativa para aumentar o número de mulheres na operação

O Programa de Estágio Técnico para Mulheres, com o mote “Técnicas na operação, talentos do futuro”, tem o objetivo de ampliar a presença das mulheres atuando nas operações das nossas fábricas. Este programa vai selecionar estudantes com formação em cursos técnicos prevista para o final de 2020 para atuação nas áreas de Manutenção, Produção, Mineração, Qualidade ou Processos. Ao todo, foram oferecidas 15 vagas divididas em 13 fábricas.
A duração do programa é de um ano. As participantes passarão por um ciclo de desenvolvimento apoiado pela Escola Técnica da Votorantim Cimentos, com o desafio de entregar projetos na área de atuação. As estagiárias serão acompanhadas por líderes da empresa, garantindo que seu desenvolvimento seja ainda mais assertivo.

FONTE: VOTORANTIM CIMENTOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *