Tecnologia com sensores indutivos

A Steinert apresentou no evento a aplicação da Tecnologia de Ore Sorting Multisensor na pré-concentração de minério de cromita.

O princípio de funcionamento é o sensor indutivo Argos.

O sensor indutivo fica localizado abaixo da correia e é utilizado para detectar propriedades condutivas e magnéticas dos materiais.

Na mineração pode ser utilizado para detectar minerais metálicos condutivos.

A empresa mostrou um estudo de caso de minério de cromita. A empresa atua nos segmentos florestal, metalurgia e mineração, através da exploração de minério de cromita.

A unidade de metalurgia da empresa atua na produção de ligas de ferrocromo e ferrossilício cromo. A empresa é líder em produção de ferroligas e única produtora integrada de ferrocromo das Américas.

A motivação do projeto foi a escassez e o alto custo da água na região da mina, o que eleva o custo do processo de jigagem; o custo elevado associado ao processo de separação manual do minério; identificação da cromita limitada pelo fator humano; o aumento da produção limitada pela restrição de mão de obra e acidentes de trabalho, e passivos trabalhistas associados ao pessoal necessário ao processo de seleção manual do minério.

Um comentário em “Tecnologia com sensores indutivos

  • 1 de agosto de 2019 em 00:52
    Permalink

    Quem vendeu o primeiro ore sorting da Steinert no Brasil? Deve ser dificil vender uma tecnologia inovadora como essa?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *