Taís Castro, geóloga de formação e há 15 anos na área de Meio Ambiente e Sustentabilidade do setor minerário.

Meu nome é Taís Castro, geóloga de formação e há 15 anos atuo na área de Meio Ambiente e Sustentabilidade do setor minerário. Quando ingressei na Geologia tinha em mente trabalhar com Petróleo ou Hidrogeologia, mas meu interesse mudou ao fazer meu primeiro estágio em 2001. Minha principal responsabilidade era promover o cumprimento das condicionantes ambientais de uma extração de argila. O contato diário com o tema e a oportunidade de trabalhar com gestores comprometidos influenciaram minha decisão de qual caminho escolher.

Meu primeiro emprego foi na área ambiental do setor de Óleo e Gás, e após dois anos, passei num programa de trainee e comecei a trabalhar com Gestão Ambiental na extração mineral, especificamente minério de ferro. Alguns desafios contribuíram para meu desenvolvimento profissional: Fui indicada como gestora de um sistema integrado ISO14001 & OHSAS 18001, quando Segurança do Trabalho ainda não estava nas minha competências; Fiz parte do time da maior mineradora do país por 07 anos e tive a oportunidade de licenciar atividades em vários estados brasileiros e também em outro país; Me mudei para a capital paulista para atuar na área de Meio Ambiente da Gerência de Sustentabilidade Corporativa de uma cimenteira multinacional, o que me deu oportunidade de aprender ainda mais sobre o tema. Em um dos projetos que atuei, localizado na Espanha, me deparei com conflitos do uso da água, cavidades e ONGs, enfim temas considerados importantes em qualquer lugar do planeta.

Quando entrei no mercado ainda não existia nas empresas a área de Sustentabilidade, cada pilar do desenvolvimento sustentável ocupava a sua caixa e o setor de Meio Ambiente, em resumo, era responsável pelo licenciamento, controle da poluição e preservação ambiental.  Em função de novos conceitos e demandas, grande parte das empresas buscou a integração dos temas Meio Ambiente, Segurança do Trabalho, Responsabilidade Social, Comunicação, Relações Institucionais e Gestão de Riscos somando esforços em prol Sustentabilidade Corporativa.

Contribuir com a construção da Sustentabilidade nas empresas onde atuo é o que me move. Entendo que o time de Sustentabilidade trabalha para que o negócio seja aderente ao significado da palavra: sustentar uma condição. A gestão do tema busca conciliar benefícios sociais, ambientais e desempenho econômico positivo, o que é um desafio para todos nós.

Não poderia deixar de citar os desafios comum às mulheres no mercado de trabalho e mais especificamente no setor mineral. Ser minoria: já fui a única mulher num grupo de 16 gestores. Conciliar a vida profissional com a maternidade: tenho duas pequenas que movem a minha vida, e as viagens constantes e as horas a mais de dedicação ao trabalho pesam na balança. Também passei por algumas situações de machismo, hoje especificamente conhecido como Mansplaining, quando um colega ou gestor se dedica a explicar o óbvio a uma mulher, como se ela fosse incapaz de entender, mesmo no caso da profissional ser especialista no tema. Já tentaram me explicar o processo de beneficiamento mineral fazendo analogia ao uso de eletrodomésticos na cozinha, na ocasião me posicionei deixando claro que poderiam citar os termos técnicos. Situações como essas precisam ser combatidas, acredito que como mulheres e gestoras devemos promover a igualdade de gêneros e empoderar outras mulheres.

*Taís Castro atua como Gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente na Zona da Mata Mineração S.A, empresa que iniciou suas operações em 2019. É graduada em Geologia e pós-graduada em Gestão Ambiental Empresarial, Educação Ambiental, Gestão de Projetos Ambientais e Segurança do Trabalho.

Deixe uma resposta