Categorias

12 de abril de 2021

Dedicada à Redução de Custos na Mina e Planta

Softwares aprimoram operações e ajudam a poupar recursos

6 min read
<p> É sábido que devido à dependência do preço dos seus produtos pelo merc</p>

Em um setor que busca constantemente a redução de custos e o aumento da eficiência de suas operações,os softwares auxiliam na otimização das atividades de lavra, planta e gerenciais das mineradoras

É sábido que devido à dependência do preço dos seus produtos pelo mercado internacional e a crescente competição no mercado interno, as mineradoras buscam, incessantemente, reduzir os seus custos e aumentar a produtividade. Apesar de verbas restritas, a maioria das companhias do setor tem mantido os seus investimentos para aquisição e renovação das licenças de softwares.

Atualmente, as empresas utilizam desde softwares específicos para as suas atividades, como os que auxiliam no planejamento e escavação da mina (a céu aberto e subterrâneas); desmonte com explosivos; gestão e uso da frota de máquinas, até os programas mais abrangentes, comum em outros segmentos industriais, que envolvem controle de produção, gestão de custos e pedidos, controle das atividades de manutenção, entre outros. As mineradoras e os fornecedores de tecnologia, ouvidos pela Minérios & Minerales, não hesitam em afirmar que o investimento em TI é essencial para o desenvolvimento e aumento da competitividade das companhias.

“A tecnologia tem como essência trazer agilidade, conectividade, acuracidade e segurança nas informações. As empresas precisam garantir a disponibilidade de sua linha produtiva. Se um equipamento parar, sem planejamento, todo o beneficiamento ficará parado. Nesse sentido, agregar produtividade, aumentar segurança nos processos, reduzir custos com manutenção, aumentar vida útil dos equipamentos e executar gestão de frotas são alguns dos objetivos dos softwaresde gestão desenvolvidos para o setor de mineração”, afirma Vladimir Michels, diretor do segmento de Manufatura e Distribuição & Logística da Totvs.

Na mesma linha, Paulo César Carvalho, diretor da Gestin e parceiro de negócios da Delphi, afirma que as empresas de mineração seguem uma tendência de informatização comum a todos os segmentos da economia. “O grande desafio é decidir conscientemente a melhor opção desoftwarepara cada empresa, de forma a integrar todos os controles, garantir a segurança operacional e disponibilizar os resultados operacionais e estratégicos esperados”, afirma Carvalho.

O executivo destaca que, atualmente, a tendência é oferecer todos os recursos necessários ao setor em umsoftwareoriginal, não necessitando de customizações. “Quando o programa já oferece todos os recursos necessários, de forma nativa e já amplamente aplicados em empresas deste segmento, as chances de sucesso são muito maiores e não há investimento em customizações”, ressalta.

Em 2015, a Totvs, fornecedora de sistema integrado de gestão (ERP –enterprise resource planning), trará aversão 12das suas soluções para o mercado, permitindo que o usuário interaja com o sistema de maneira mais natural, mais tático, por meio deworkflowse painéis de consulta gerencial. No ano passado, a empresa registrou um crescimento de 17,8% em seus resultados, alcançando R$ 263 milhões. Entre as empresas que utilizam as ferramentas da companhia estão: Mineração Rio do Norte, Caraíba, Votorantim e AngloGold Ashanti, entre outras.

Também com forte atuação no setor de mineração, a novidade da Delphi para 2015 é solução para o gerenciamento da operação de equipamentos móveis.Tabletscomuns, como os modelos para uso pessoal, são instalados em caminhões, carregadeiras, escavadeiras e outros veículos e passam a registrar de forma automática toda a sua movimentação.

“O operador pode receber seu cronograma de atividades, registrar eventos de parada, iniciar e terminar turnos e apontar outros dados específicos. Toda a operação é gerida a partir de uma console central, que apresenta constantemente os equipamentos no mapa e permite a atuação imediata do gestor de produção”, explica Paulo Carvalho.

Mirabela investeemsoftwaresdeplanejamento de mina
De acordo com o informado na pesquisa exclusiva 200 Maiores Minas Brasileiras – 2014, com o objetivo de manter a sua eficiência produtiva na mina de Santa Rita, em Itagibá (BA), a Mirabela pretende adquirir, em 2015, osoftwarede otimização de cava Whittle, desenvolvido pela Geovia (empresa controlada pela canadense Dassault Systèmes). No ano passado, a mineradora adquiriu o programa Deswik, voltado para o planejamento e sequenciamento de lavra. Além disso, desde 2013, a empresa faz uso das ferramentas JK Simblast e Vod, que auxiliam nas etapas de desmonte de rochas.

O Deswik, por exemplo, provê um ganho tecnológico e de produtividade em sua utilização, sendo uma ferramenta integrada, que atua em todos os horizontes de planejamento (curto, médio e longo prazo), fazendo interface direta com a operação de mina.

O programa Deswik permite diminuir o risco financeiro, poupa tempo e mão de obra, e facilita a avaliação das abordagens alternativas de lavra, oferecendo uma vasta gama de análises.

Já o Whittle provê múltiplos mecanismos de otimização sequenciais, podendo gerir e otimizar recursos das áreas de lavra, como empilhamento de minério e estéril. Com precisão matemática e desenhos em 3D, o programa permite também que o usuário tenha umlayoutdetalhado da mina, fornecendo dados em busca de maior viabilidade econômica.

Programas auxiliam no alinhamento da produção da MRN
Maior produtora de bauxita do País, com produção anual da ordem de 18 milhoes t, a Mineração Rio do Norte (MRN) faz uso de diversos programas computacionais em sua unidade de Porto Trombetas, no Pará.Softwaresespecíficos de mineração, como Nautilus, sistema que analisa a qualidade do minério, o Datamine, que provê o planejamento da mina e o Smartmine, sistema de gestão de mina, já estão consolidados às operações da mineradora.

Além dessas ferramentas, a empresa utiliza também, programas de gestão empresarial, como o EPR da Totvs. Para isso, em 2014, ano que a companhia completou 35 anos, foram investidos R$ 1,5 milhão na área de TI, R$ 2 milhões a mais do que no ano anterior. Para este ano, os aportes devem se manter na casa do R$ 1,5 milhão.

Para gerir sua frota de caminhões, composta por 76 veículos, sendo 52 de 40 t (fabricados pela Scania) e 24 de 41 t (fabricados pela Volvo), a companhia utiliza o SmartMine, que auxilia no despacho de caminhões. Com isso, a companhia otimiza o uso dos seus caminhões, influenciando nos níveis e agilidade da produção. Para este ano, a empresa planeja adquirir mais 35 caminhões 8×4.

Softwares utilizados pela Mirabela

ProgramaFunçãoDesenvolvedor
Datasul EMSSoftware de ge
stão empresarial, com foco na otimização dos processos administrativos e produtivos da empresa e centralização das informações.
Totvs
RM SistemasSoftware de gestão, permite a realização das atividades referentes ao gerenciamento de recursos humanos, folha de pagamento e medicina e segurança do trabalho.Totvs
OcomonSoftware de atendimento a solicitações, usado internamente para apoio nas necessidades registradas à equipe de TI.Software livre
TSM (Tivoli Storage Manager)Software de gerenciamento automático dos backups. Utilizado em toda área produtiva e crítica da empresa, ele centraliza o gerenciamento de armazenamento assegurando a movimentação e retenção eficiente dos dados.IBM
SIEMSoftware de manutenção preventiva estruturado para atender os diversos planos de manutenção da empresa.SolarWinds
Modular MiningSoftware utilizado no gerenciamento de frota, otimização das operações de lavra, controle de teores e movimentação de material.Modular Mining Systems
GemcomSoftware utilizado para análise geoestatística e modelo geológico de longo e médio prazo.Geovia
SurpacSoftware utilizado como ferramenta de análise geoestatística e modelo geológico de curto prazo.Geovia
MineSightSoftware utilizado como ferramenta para planejamento e otimização de sequenciamento de lavra e estimativas de produção.MineSight
TalPacUtilizado para avaliar os sistemas de transporte em frota da indústria de mineração.RungePincockMinarco
TopographSoftware utilizado para análise e captura de dados topográfico sBentley Systems
ISatisSoftware para estudos estatísticos e geoestatísticos (análise exploratória de dados, estimativa de teores e validações).Geovariances
MiniTabSoftware estatístico para apoio em decisões.Minitab
ArcgisPossibilita a criação de bibliotecas de controle de mapas geográficos com mapeamento de teor.Esri
acqQuireSoftware para gerenciamento de banco de dados geológico e controle de qualidade de análises químicasacQuire Technology Solutions

Fonte: Pesquisa 200 Maiores Minas Brasileiras – 2014

Deixe uma resposta