Projeto de planta de ânodo em Madagascar pode ter 3 parceiros

A empresa canadense NextSource Materials deve colaborar na construção de uma usina de ânodo de bateria, próxima ao projeto de grafite Molo, em Madagascar. Dois parceiros para o projeto não foram nomeados especificamente, mas um é japonês e outro é o principal processador chinês de material de ânodo de grafite. As três partes assinaram uma carta de intenções para desenvolver a nova planta.

A carta de intenções é estabelecer a produção de grafite para fornecimento aos mercados globais de baterias EV e HEV.

O parceiro chinês já é um participante estabelecido no campo, sendo um dos principais processadores para os mercados mundiais e atendendo uma base global de clientes, incluindo a América do Norte.

A empresa pretende ter uma instalação adicional fora da China, localizada próxima a uma fonte de grafite de alta qualidade.

A planta proposta é uma etapa importante no desenvolvimento do depósito de grafite Molo da NextSource, e pode ser a chave para exploração de seu potencial.

Fonte: Roskill

Deixe uma resposta