Produção de alumínio primário registra queda de 9,2% em 2013

A Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) divulgou os números da produção de alumínio primário de 2013. O total foi de 1.304,300 t, o que demonstra a diminuição de 9,2% em relação ao volume de 1.436,400 t produzido em 2012.

A queda reflete os enormes desafios que os produtores de alumínio primário têm enfrentado nos últimos anos para administrar as operações no Brasil. O alto custo da energia elétrica continua sendo o principal desafio do setor pois a desoneração da energia elétrica, apesar de ter representado um avanço, não atingiu um patamar que resgate os custos operacionais competitivos.

Fonte: Redação MM

Deixe uma resposta