ABB recebe certificação IECEx para motores de indução trifásicos de alta tensão

Equipamentos das linhas HXR e AMI conquistam Certificado de Conformidade Nacional, concedido a equipamentos para uso em atmosferas explosivas, emitido pelo Organismo de Certificação de Produtos BVC

A ABB conquistou certificação nacional para motores de indução trifásicos de alta tensão das linhas HXR e AMI, com tipo de proteção não centelhante, produzidos na unidade de Sorocaba (SP). Para a obtenção dessa certificação, a instalação do fabricante é avaliada quanto a gestão de qualidade e o produto deve atender aos requisitos de segurança, desempenho e confiabilidade, indicados pelas normas técnicas internacionais.

Esse resultado evidencia a conformidade dos critérios utilizados na fabricação dos produtos com as normas vigentes e mostra que eles obedecem aos mais rigorosos parâmetros de qualidade, durabilidade e eficiência. A certificação é baseada em análises realizadas sobre os Relatórios de Ensaios (ExTR) do IECEx (comissão eletrotécnica internacional) e concedida a equipamentos para uso em atmosferas explosivas, emitidas pelo Laboratório de Ensaio VTT- Technical Research Centre of Finland.

Para Giovanni Pedrinoni, gerente geral da Unidade de Motores e Geradores, a companhia busca a excelência em seus processos e procura assegurar que todos os produtos tenham como base tecnologia de última geração e rigoroso controle de qualidade. Para tanto, também realiza testes abrangentes durante a fabricação e montagem final. “A ABB é pioneira no desenvolvimento de tecnologias inovadoras e oferece um sistema de gestão de qualidade contínuo e diferenciado, que atende às mais exigentes certificações do mercado”, afirma.

Os motores de alta e média tensão da ABB são projetados para atender aos requisitos de diferentes aplicações. As linhas HXR e AMI, segundo a empresa, apresentam longa vida útil, baixo nível de ruído e menor custo operacional e ainda auxiliam na redução dos impactos ambientais.

Para a linha HXR, os produtos são constituídos de carcaça de ferro fundido aletada, com método de resfriamento IC411. Já os equipamentos certificados da linha AMI são constituídos de carcaça de chapa de aço soldada, com método de resfriamento IC611(trocador de calor ar/ar) ou IC81W (trocador de calor ar/água).

Essas linhas de motores foram ensaiadas na presença de gases inflamáveis para os grupos IIA, IIB e IIC, para verificação da capacidade de garantir a segurança contra descargas no estator ou contra centelhamento no entreferro durante a partida. Os motores dessas linhas foram certificados com a possibilidade de acionamento por meio de conversor de frequência. A marcação básica obtida pela certificação para essas linhas da ABB é Ex nA IIC T1-T3 Gc.

De acordo com a ABB, essa marca indica benefícios como redução de custos e de prazosde processos de compra, quando comparados aos processos de certificação individuais ou por lote, para cada número de série. Com relação à segurança ao longo de todo o ciclo de vidadas instalações em atmosferas explosivas, além de fabricação de motores “Ex”, desde 2011, as instalações da ABB nas cidades de Osasco (SP)e em Betim (MG) contam com certificação de motores de alta, média e baixa tensão, com tipos de proteção Ex “n”, Ex “e”, Ex “p”, Ex “t” e Ex “d”, de acordo com a Norma NBR IEC 60079-19e com os documentos operacionais aplicáveis do IECEx.

Fonte: Redação MM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *