Márcia Gonçalves de Oliveira – Coordenadora de planejamento de manutenção

Meu nome é Márcia Oliveira, tenho 32 anos, sou casada e tenho uma filha de cinco anos: Maria Helena, a inspiração de todos os meus dias. Nasci em Itabirito (MG), uma cidade com forte presença das empresas de extração de minério. Esse fato, acredito, de forma mais ou menos consciente, exerceu a influência na escolha da minha profissão. Aos 18 anos, terminei o ensino médio e o curso técnico de Mecânica. Neste momento, não sabia exatamente o que me aguardava, mas logo me dei conta do que se tratava e o que representa o trabalho na mineração. Assim, na jornada que tracei nos anos subsequentes, já tinha comigo a certeza do que eu gostaria de fazer, de quem eu gostaria de ser, profissionalmente, e aonde eu almejava chegar. O curso técnico, nesse sentido, foi essencial, sobretudo, na finalidade de me proporcionar a possibilidade de vislumbrar essa estrada como um futuro a ser construído.  Em seguida, graduei-me em Engenharia de Produção e depois fiz pós-graduação em Engenharia de Manutenção. Acredito que nesta profissão, como em qualquer outra, estudar é uma jornada interminável, na qual sempre estaremos em curso, não existe o momento em que poderemos afirmar que não há mais o que buscar saber e aprender. Estudar não tem fim. Profissionalmente, carrego com orgulho os cinco anos trabalhados como mecânica de manutenção. Trata-se de um período de extrema importância na minha trajetória profissional, pois, apesar de árduo, tive no período a oportunidade de conhecer, na prática, as atividades que, até então, eu só conhecia em teoria. Na sequência, em razão do meu desenvolvimento em campo, tive a oportunidade de crescimento e foi então que iniciei minha carreira no Planejamento de Manutenção. Também atuei durante quatro anos em uma empresa de mineração de Níquel, no sul da Bahia. Nesta, a minha experiência foi sobretudo concentrada na gestão de pessoas. Enfim, desde o ano de 2014, atuo na CSN Mineração, na qual fui muito bem recebida e que, sem dúvidas, me proporciona diariamente amadurecimento e grandes aprendizados não só na minha função profissional, mas também em muitos outros âmbitos da minha vida. Estar em relação com pessoas, comunicar-se, aprender e compartilhar conhecimentos são sempre grandes aprendizados que de nenhuma outra forma pode-se obter se não que na prática, no dia a dia, no cotidiano do trabalho.  Dentro da CSN Mineração, exerço atualmente o cargo de Coordenadora de Planejamento de Manutenção da área de Empilhamento e Carregamento. Diariamente, enfrento inúmeros desafios que dizem respeito à extrema responsabilidade que está implicada em uma função de liderança. Sou gestora de 30 empregados, dos quais 29 são homens e uma apenas é mulher –  tenho sorte com minha equipe, trata-se de pessoas experientes e com muito conhecimento, o que, consequentemente, proporciona uma troca muito rica de sabedorias, informações e descobertas. Ser mulher em um ambiente predominante masculino nem sempre é fácil, sobretudo quando se atua em um cargo de liderança, em que, certamente, há muitos que subestimam para esta função uma mulher. O machismo é estrutural e está presente em todas as esferas do cotidiano de uma mulher, dentro da mineração, sabe-se que não é diferente. O que, contudo, hoje posso afirmar com certeza é que na CSN, dentro de minha equipe e mesmo fora dela, sou muito respeitada e reconhecida, prova disso não é menos do que o fato de que este espaço me tenha sido concedido como demonstração de um reconhecimento profissional, o que muito me alegra. Não podemos romantizar a mineração, assim como nenhuma outra profissão e área de atuação, mas é certo que em dias em que notícias tristes nos assolam e nos abatem, provas como esta, de reconhecimento de um trabalho que ser quer bem desenvolvido, bem como a certeza de se estar atuando em uma empresa que preza pela responsabilidade nas suas atividades, fazem aumentar a paixão pelo que faço e reforçam o meu desejo de continuar sempre aprimorando as minhas habilidades, a certeza de que eu não poderia estar fazendo outra coisa e a felicidade de poder fazer parte do conjunto de funcionários da CSN. A CSN Mineração é uma empresa que me conquistou e que se destaca para mim como o ponto alto da minha carreira profissional até o presente: trabalhamos em um clima de trabalho leve e sabemos que podemos realmente contar com as pessoas (o sentido de “trabalho em equipe” encontra aqui o seu sinônimo na prática).

*Márcia Gonçalves de Oliveira atua como Coordenadora de Planejamento de Manutenção da CSN Mineração, empresa onde está desde o ano de 2014. É graduada em Engenharia de Produção e pós-graduada em Engenharia de Manutenção.

Um comentário em “Márcia Gonçalves de Oliveira – Coordenadora de planejamento de manutenção

  • 23 de março de 2019 em 16:41
    Permalink

    Parabéns Márcia, grande abraço ?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *