Desenvolvimento do processo de regeneração de placas cerâmicas na filtragem de minério

O complexo Minas-Rio da Anglo American iniciou suas operações em agosto de 2014. A usina de filtragem produziu, em 2017, mais de 15 milhões de t secas de concentrado. O minério, explorado no município de Conceição do Mato Dentro (MG), passa pelas etapas de cominuição, classificação, concentração e separação sólido-líquido antes de ser bombeado por 529 km até o município de São João da Barra (RJ), onde é filtrado, estocado e embarcado para exportação.

Quatorze filtros cerâmicos, com 144 m² de área de filtragem cada um, são responsáveis pelo último processo de produção do pellet feed. O início de operação foi marcado por um desempenho muito aquém do planejado. Diversos tipos de avaliações, como análises microscópicas e contagens de bactéria, foram conduzidas e mostraram que a impermeabilização precoce dos poros do meio filtrante era o responsável pelo problema.

Foram identificados quatro principais responsáveis pelo entupimento: material orgânico, sulfato de bário, partículas de concentrado de minério de ferro e óleo. Amostras de placas cerâmicas foram testadas em laboratório com diferentes reagentes para a limpeza dos poros entupidos. Análises químicas na solução resultante dessa lixiviação e/ou análise em microscópio dos corpos de prova indicavam a eficiência do reagente testado. Os mais promissores foram testados industrialmente. Por fim, o estabelecimento de uma nova rotina de limpeza das placas gerou uma melhora significava do desempenho da filtragem.

Conclui-se que a tecnologia de filtragem cerâmica é tecnicamente viável para a filtragem do pellet feed produzido pelo complexo do Minas-Rio. A manutenção da produtividade de placas e extensão da vida útil é garantida com a utilização de procedimentos desenvolvidos especificamente para o processo produtivo em questão.

Autores: Phillipe Silva Alvarenga – coordenador de operação e manutenção de filtragem, Aloísio Fonseca – coordenador de filtragem, Fabíola Teófilo Gomes – engenheira de produção, Adarlan Moreira Silva – gerente de filtragem, Marcelo Nazaro Silva – engenheiro especialista de processos, Henrique Dias Gatti Turrer – coordenador de processos, Jose Francisco Cabello Russo – gerente de desenvolvimento de processos, Adail Mendes de Araújo Júnior – coordenador de filtragem, Ediron Antônio Lage – técnico de aplicação, e Paula Trindade Silva – pesquisadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *