Chuquicamata vai fechar fundição por conta da pandemia

Devido ao estado de emergência por conta da pandemia na cidade de Calama, em Antofagasta, no Chile, a planta de Chuquicamata, próxima ao local, decidiu interromper as atividades de fundição e da refinaria.

A medida visa reduzir a exposição nas áreas e reforçar os esforços preventivos e controles para a segurança e a saúdos colaboradores na planta.

A mineradora afirma que a medida vai permitir focar os esforços produtivos nas áreas de minas e concentradores, unidades de negócios que, sob todas as salvaguardas, continuarão funcionando.  

A iniciativa terá diminuição de cerca de 400 pessoas na planta. A desmobilização do pessoal será realizada progressivamente e de acordo com o final dos turnos.

Nicolás Rivera, gerente geral da divisão em Calama, explicou que “esta nova iniciativa é uma ação proativa para enfrentar as próximas semanas difíceis que teremos que enfrentar como país, sociedade e Chuquicamata. Hoje, devemos estar mais unidos do que nunca para enfrentar esse desafio, fazendo da disciplina e da solidariedade a base de nossas ações no trabalho, em casa e em nosso ambiente comunitário”.

Fonte: ReporteMinero

Deixe uma resposta