Buritirama Mineração reforça ações de combate à covid-19 em Marabá (PA)

A Buritirama Mineração, produtora de manganês localizada na Vila União, em Marabá, no Pará, intensifica as ações de prevenção e combate ao novo coronavírus. A mineradora doou 1.500 máscaras à Secretaria de Saúde de Marabá e cerca de 500 à Vila Santa Fé, à Vila Três Poderes e ao Conjunto Residencial Tiradentes, por meio de associações regionais e do vereador Mariozan Quintão. A empresa ainda distribui informativos e vídeos de conscientização aos moradores e realiza a umectação das ruas da Vila União, via caminhão-pipa, com solução sanitizante indicada para conter o coronavírus.

Visando proteger as comunidades e ao mesmo tempo auxiliar na geração de renda, a Buritirama disponibilizará também 200 kits à Associação de Mulheres da Vila Santa Fé e à Associação de Moradores da Vila Três Poderes para confecção de máscaras por costureiras locais. A doação de itens de proteção também ocorreu em abril, quando a equipe de voluntários da Buritirama se mobilizou para levar aos moradores dois dos mais importantes itens de prevenção ao contágio do coronavírus.

Os mais de 2.200 sabonetes arrecadados pela empresa foram doados junto a outras cerca de 2.000 máscaras e informativos sobre os cuidados e recomendações de prevenção ao novo coronavírus. No total, 1.115 kits foram entregues nas vilas União, Três Poderes, Zé do Ônibus São José e Santa Fé, Capistrano de Abreu e São Raimundo.

O médico contratado pela Buritirama Mineração dá suporte a pacientes, além de orientar o enfermeiro da Vila União e disponibilizar um técnico de enfermagem para auxiliá-lo nos atendimentos. Este profissional de saúde auxilia a vila, conforme orientação apontada pelo posto de saúde local, atualmente como agente de saúde domiciliar. 

Na região central de Marabá, a empresa disponibilizou R$ 3 milhões para a construção do Hospital de Campanha do município, inaugurado em 14 de abril no Centro de Convenções. A unidade possui 120 leitos, distribuídos em uma área de 4 mil metros quadrados, equipe multidisciplinar, medicações, material médico-hospitalar e equipamentos necessários para o tratamento dos pacientes. O hospital é um dos quatro erguidos no Estado, somando 720 leitos ao todo, em Marabá, Belém, Santarém e Breves. 

“Agora, mais do que nunca, ajudar ao próximo tornou-se essencial, visando evitar o contágio e a disseminação do novo coronavírus na nossa região e ajudar quem mais precisa. O sentimento de solidariedade sempre esteve presente no DNA da equipe da Buritirama e estamos unindo esforços para que possamos nos proteger e contribuir com a segurança dos que estão ao nosso redor”, enfatiza Jorge Baptista, Diretor Administrativo e Recursos Humanos da Buritirama. 

Apesar de a atividade mineral ser considerada essencial em tempos de pandemia, conforme decreto do Ministério de Minas e Energia, uma vez que fornece insumo para as indústrias, a Buritirama decidiu paralisar suas atividades de lavra e beneficiamento por 15 dias, desde 11 de maio de 2020.

Deixe uma resposta