Vale adia conclusão de Onça Puma

A Companhia Vale do Rio Doce (Vale) anunciou que tomou novas medidas para ajustar sua produção de níquel à evolução da demanda global. Tendo em vista o cenário recessivo global, a Vale decidiu desacelerar a conclusão do projeto de níquel Onça Puma, no Pará, previamente programado para iniciar em janeiro de 2010, com capacidade anual de 58.000 t métricas de níquel em ferro-níquel. A licença ambiental ainda está pendente e o início do projeto Onça Puma será adiado em, no mínimo, um ano.

A Vale também irá paralisar por um período de oito semanas – de 1º de junho a 27 de julho – as minas e plantas de beneficiamento de Sudbury, na província de Ontário, Canadá. Antecedendo a parada, haverá uma manutenção normal planejada nas plantas de Sudbury durante o mês de maio. Adicionalmente, as plantas de processamento de metais preciosos – um subproduto da mineração de níquel de Sudbury – em Port Colborne, Ontário, também será paralisada de 1º de junho a 27 de julho.

Sudbury é um dos maiores sites de produção de níquel do mundo e suas minas forneceram, no ano passado, minério para a produção de 85.300 t métricas de níquel acabado, 31% da produção total da Vale.


Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *