Siderúrgicas chinesas podem pedir corte de 82% no preço do minério de ferro

O ano nem terminou e as negociações para o preço do minério de ferro em 2009 já esquentam. Com o cenário adverso no momento, as siderúrgicas asiáticas pressionam as mineradoras para forçar uma redução no valor dos contratos de fornecimento. As mineradoras tentam postergar as negociações .

No diário chinês China Daily desta terça-feira (9), surgiu uma notícia que impressiona. Enquanto analistas mais pessimistas projetam a possibilidade de corte de 20% nos preços do minério de ferro na próxima rodada de negociações, produtores chineses de aço podem pedir por redução de 82% no preço do minério.

Segundo o China Daily, Shan Shanghua, secretário da Associação Chinesa de Minério e Aço afirmou que “o preço do minério de ferro deve variar em linha com a produção de aço”. A questão é que a produção chinesa de aço sente o duro impacto da crise sobre a demanda e caiu para os patamares de 1994 recentemente.

De volta a 1994
Tomando por base o preço do minério de ferro cobrado pela Rio Tinto atualmente, próximo de US$ 92,58 por tonelada, e o valor firmado em 1994, de US$ 16,69 por tonelada, a diferença beira 82%. Para Shan, “o minério de ferro deve se ajustar de acordo”.

Enquanto as siderúrgicas pressionam por agilidade nas negociações, resta às mineradoras tentar postergar as negociações, na esperança por uma melhora de cenário.


Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *