Seminário discute propostas para produção de terras-raras no Brasil

O estabelecimento de cadeia produtiva de Terras-Raras no Brasil é o objetivo do I Seminário Brasileiro de Terras-Raras 2011, promovido pelo Centro de Tecnologia Mineral (Cetem/MCTI) e Ministério de Minas e Energia (MME), que acontece dia 7 de dezembro, no Hotel Novo Mundo, Rio de Janeiro. O mercado mundial de terras-raras (aplicada em alta tecnologia, fibras óticas, notebooks, celulares) movimenta anualmente US$ 5 bilhões, tendo a China na liderança, responsável por 97% da produção. O Brasil tem reservas estimadas de 3,5 bilhões t, mas, apesar do seu enorme potencial, ainda está atrasado na pesquisa e produção do mineral.

O seminário tem como proposta inverter essa situação internacional e criar condições para a construção de bases para o desenvolvimento de terras-raras no Brasil. A discussão de perspectivas de novos projetos de produção de terras-raras; as experiências institucionais no desenvolvimento tecnológico com o mineral e os desafios e oportunidades para o mercado de produtos de terras-raras são temas que merecem atenção especial para o país superar o quadro atual.
Como resultado prático do encontro, os organizadores pretendem identificar os principais desafios para o crescimento da produção de terras-raras no Brasil, avaliar o perfil da oferta de mão de obra qualificada para levar o projeto adiante e gerar uma rede de informações tecnológicas entre profissionais dedicados a pesquisa de terras-raras. Documento com síntese das conclusões e recomendações do Seminário será elaborado para servir de referência para futura política de governo do setor mineral brasileiro.

I Seminário Brasileiro de Terras- Raras 2011
7 dezembro de 2011, quarta-feira
8h30
Hotel Novo Mundo
Praia do Flamengo, 20

Mais informações:www.cetem.gov.br

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta