Petrobras e Vale são as maiores empresas da AL

Entre as 25 maiores empresas de capital aberto por valor de mercado na América Latina, 13 estão no Brasil. A Petrobras lidera a lista das maiores em 2007 com um valor de mercado de US$ 242,7 bilhões, seguida pela Vale do Rio Doce que fechou o ano com valor de US$ 154,5 bilhões, segundo a Economática, especializada em informações financeiras.

As 25 maiores empresas da América Latina, com ações cotadas em bolsas, acumularam um valor de mercado de US$ 1,072 trilhão em 2007 ante US$ 706,4 bilhões em 2006, o que representou um crescimento de 51,8%. Mas todas essas 25 empresas juntas valem menos que as três maiores companhias norte-americanas. A Exxon Mobil, General Electric e Microsoft juntas alcançaram em 2007 um valor de mercado de US$ 1,2 trilhão. “No caso do Brasil, parte do crescimento de mais de 50% pode ser atribuído à queda do dólar. Mas, sem dúvida, a valorização das empresas também foi significativa”, diz o gerente de Relacionamento Institucional e Comercial da Economática, Einar Rivero. O valor de mercado da Petrobras e da Vale cresceu 125% em relação a 2006. “Ambas tiveram desempenhos fabulosos”, diz Rivero. A Petrobras, que no ano passado já liderava a lista, ganhou destaque com a descoberta de uma megarreserva de óleo na área de pré-sal na Bacia de Santos. No ranking das maiores empresas americanas, incluindo as dos Estados Unidos, a Petrobras ocupa a quarta posição, atrás da empresa de telecomunicações AT&T, com valor de mercado de US$ 252,051 bilhões. A Vale foi beneficiada por aquisições de companhias, como a canadense Inco, que é uma das maiores produtoras de níquel do mundo e também pelo aumento de commodities. “Ela se tornou a maior empresa não estatal da América Latina e conseguiu em 2007 ultrapassar a mexicana America Movil de telecomunicações, que ocupava o segundo posto em 2006”, diz Rivero. No ranking incluindo as empresas americanas, a Vale ocupa o 18.º lugar. Na lista das 25 maiores por valor de mercado da América Latina, o México está representado por nove empresas, uma a mais do que no ano anterior. Já o Brasil subiu de 12 empresas para 13. As empresas novas entre as 25 maiores em 2007 são a Bovespa Holding (BR), Grupo Mexicano (MX), Santander (BR), e CSN (BR). Outro destaque no levantamento foi a mudança no setor bancário.

Em 2007 ele desbancou o setor de telecomunicações, que no ano anterior dominava com o maior número de empresas. O Itaú, que detinha a quarta posição em 2006, perdeu o lugar para o Bradesco, que passou a ser o maior banco de capital aberto da América Latina. Seu valor de mercado ficou em US$ 61,8 bilhões. Em 2006 era de US$ 39,6 bilhões. “Além de ser o maior banco privado é também o de maior giro financeiro na América Latina”, diz Einar Rivero.
Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *