Investimentos em infraestrutura visam retomar crescimento

O lançamento do Programa de Investimento em Logística (PIL), por parte do governo, deve retomar o crescimento da indústria de agregados. Isto porque as matérias-primas produzidas pelo setor, como areia e brita, são intensamente utilizadas para a construção de portos, ferrovias, estradas e aeroportos.

O PIL envolve aportes de R$ 198 bilhões, a serem feitos pela iniciativa privada e por parcerias público-privadas e tem como principal foco as ferrovias, para as quais devem ser destinados R$ 86,4 bilhões, seguidos pelas rodovias R$ 66,1 bilhões, portos R$ 37,4 bilhões e aeroportos R$ 8,5 bilhões.

Segundo o governo, a nova etapa do plano de logística é um dos passos para retomada do crescimento da economia, que incluirá ainda um novo programa de exportações, a terceira fase do Minha Casa Minha Vida e o plano de energia a ser anunciado. Dos investimentos totais, uma parcela de R$ 69,2 bilhões está prevista para o período de 2015 a 2018. A partir de 2019, devem se somar os R$ 129,2 bilhões restantes, incluindo o projeto da ferrovia Bioceânica até o Peru. O plano estima em R$ 40 bilhões o investimento no trecho brasileiro da ferrovia em parceria com chineses e peruanos.

Fonte: Revista Minérios & Minerales

Deixe uma resposta