Categorias

23 de janeiro de 2021

Dedicada à Redução de Custos na Mina e Planta

Guindaste chinês participou de resgate dos mineiros no Chile

3 min read
Guindaste chinês participou de resgate dos mineiros no Chile

A empresa chinesa de máquinas Sany Heavy Industry, que anunciou recentemente sua chegada ao Brasil com investimentos de US$ 200 milhões, cedeu para o resgate dos 33 mineradores, a pedido do Ministério Chileno de Mineração, um guindaste SCC 4000. Além deste equipamento, a empresa colocou à disposição do governo chileno engenheiros, mecânicos e peritos para ajudar no resgate dos mineradores que estavam soterrados há mais de 1 mês na mina San José, próximo a Copiapó, no Chile.

Para a fabricante chinesa, esta foi uma grande oportunidade de mostrar ao mundo a qualidade de seus equipamentos. “Ser escolhido pelo governo chileno para uma operação como esta, só comprova que estamos prontos para atender qualquer empreitada”, disse John Li, vice-presidente da Sany no Brasil.

Segundo John Li, o governo chileno desenvolveu dois planos para o resgate com a cápsula Fênix – um com uma grua e outro com o guindaste SCC 4000, da Sany. Como o resgate não poderia atrasar mais devido ao desgaste emocional das famílias e instabilidade do grupo, os engenheiros e peritos optaram pela utilização da grua de salvamento após diversos testes com a cápsula Fênix. “Só o fato de termos sido escolhidos para participar do resgate, comprova que temos experiência e equipamentos de ponta”, declarou o vice-presidente.

John Li explicou que o guindaste Sany não foi utilizado porque seriam necessários tubos de aço para garantir uma maior segurança e o fator tempo não permitiu esta manobra. “Mais importante que os prazos, é que durante o resgate não houve nenhuma falha”. O executivo, disseainda, que foi uma honra para a Sany participar de um resgate tão emocionante, bem planejado e executado com agilidade como o da mina San José.

Ao longo de seus 21 anos de existência, a companhia tem grande experiência em resgates. A empresa participou, por exemplo, no resgate do terremoto de Sichuan, em Taiwan; do resgate das vítimas da inundação e tempestade de gelo em Hunan e do navio de carga britânico que estava encalhado em uma praia do mediterrâneo.

O grupo produz uma gama de guindastes pesados que vão 25 até 1.600 t de capacidade de carga. Os equipamentos da Sany já foram empregados em obras de estações nucleares como Europa, Estados Unidos, entre outros.

A Sany é uma das maiores fabricantes mundiais de guindastes, escavadeiras, guindastes portuários e equipamentos de pavimentação e concreto. O grupo Sany foi criado em 1989 pelo engenheiro Liang Wenger, que até hoje preside a companhia. O conglomerado teve, em 2009, um volume de vendas de 30,6 bilhões de iuans, o equivalente a R$ 7,78 bilhões. A Sany tem 27 filiais pelo mundo e uma rede de vendas e distribuição que atende a mais de 110 países. A companhia, com aproximadamente 40 mil funcionários, está entre as dez maiores fabricantes do mundo no segmento, sendo que um dos grandes diferenciais da empresa com relação aos concorrentes locais é o investimento de cerca de 5% do seu faturamento anual em tecnologia, pesquisa, e registro de patentes industriais.

Está prevista para 2011 a instalação de sua primeira fábrica em São José dos Campos, interior de São Paulo. A planta paulista produzirá maquinário para o mercado brasileiro e latino-americano e deve empregar de forma direta mil pessoas.

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta