Nexa realiza evento oficial de construção do Projeto Aripuanã

Um novo projeto de mineração sem barragens de rejeitos, que serão empilhados a seco. Uma obra que vai reaproveitar 100% da água usada no processo produtivo. Um programa de valorização de mão-de-obra inclusivo, que pretende empregar 50% de mulheres na operação. Esses são os planos da Nexa para o empreendimento de mineração e produção de concentrados de zinco, cobre e chumbo na cidade do Noroeste do Mato Grosso.

“Este é o maior investimento da Nexa no Brasil e da indústria mineral no Mato Grosso. Vamos construir em Aripuanã um exemplo de excelência e sustentabilidade em mineração no País”, afirma Tito Martins, CEO da Nexa. “O Projeto Aripuanã vai gerar emprego e renda para os aripuanenses, além de colaborar para o desenvolvimento econômico da região Noroeste do Estado”.

Um evento realizado nesta quinta (11/7) teve o objetivo de oficializar junto ao público local a implantação do empreendimento.

O Projeto terá investimento total de R$ 1,5 bilhão e vai gerar 1.600 empregos na fase de construção, que deve ser finalizada até início de 2021, e 750 na operação, além do crescimento de 3 a 4 vezes na geração de empregos indiretos.

A mina, que será subterrânea e terá até 650 metros de profundidade, tem produção prevista de 2,3 milhões de toneladas de minério bruto por ano. A produção média anual está estimada em 66,7 mil toneladas de zinco, 23 mil toneladas de chumbo e 3,7 mil toneladas de cobre.

Qualificação da mão de obra

Está em andamento uma parceria da Nexa com o Senai-MT, o Programa de Qualificação Profissional que oferece cursos em diversas áreas. A Nexa vem valorizando a mão de obra feminina nos seus empreendimentos e tem como meta 50% de profissionais femininas na futura operação do Projeto Aripuanã. O primeiro passo foi dado, segundo a mineradora: o Programa de Qualificação selecionou 54% de mulheres.

“Estamos incentivando a articulação entre empresas e associações comerciais para maximizar esse efeito, além da contratação de serviços e insumos locais. O nosso compromisso é empregar o que há de mais moderno em tecnologia e excelência operacional”, destacou o vice-presidente de Desenvolvimento e Execução de projetos da Nexa, Valdecir Botassini.

Com o sinal verde do órgão ambiental por meio da Licença de Instalação, concedida em dezembro de 2018, a Nexa abriu frentes de trabalho e parcerias com diversas entidades, consultorias e órgãos públicos para execução de vários programas e ações nas áreas de saúde, educação, segurança pública, trânsito, educação ambiental, fortalecimento do empreendedorismo e das vocações econômicas locais.

Desde 2015, a Nexa desenvolve programas socioambientais em parceria com a Prefeitura de Aripuanã. Destaque para o Parceria pela Valorização da Educação (PVE), que tem contribuído para a melhoria do ensino da rede pública municipal. Outra frente de trabalho é o Apoio à Gestão Pública (AGP). As ações são realizadas com apoio do Instituto Votorantim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *