Será em Marabá siderúrgica da Vale com CCCC da China

Foi assinado em Belém, PA, protocolo de entendimento entre a China Communications Construction Co., através sua controlada Concremat, e a Vale para a implantação de uma laminadora de aço em Marabá, ao custo de R$ 1,5 bilhão, com capacidade de 300 mil t/ano.   O projeto executivo e as licenças ambientais poderão ser concluídos em 2020, com início de produção previsto para 2023.  Esse projeto foi anunciado há cerca de 10 anos e sua execução depende ainda dos estudos de viabilidade.

2 comentários em “Será em Marabá siderúrgica da Vale com CCCC da China

  • 24 de maio de 2019 em 13:25
    Permalink

    Excelente notícia! Que venham mais notícias como esta e que o Brasil volte a marchar em passos largos rumo ao desenvolvimento e geração de empregos.

    Resposta
  • 31 de maio de 2019 em 07:45
    Permalink

    Esse governo do Pará é uma piada.
    Busquem no google, “siderúrgica Marabá” olhem quantas matérias tem informando que irá ocorrer a construção de uma siderúrgica naquela cidade.
    Isso nunca irá acontecer enquanto o governo falar com investidores só para tirar foto, o estado precisa ser mais ágil, pensar que é a iniciativa privada que move esse país, flexibilizar as burocráticas licenças, e agir agregando valor na matéria prima extraída no estado.
    Basta de ser um mero produtor de commodities.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *