Rio Tinto aprova expansão de mina de diamantes

Localizada a 300 km da cidade canadense de Yellowknife, em uma região remota do subártico, a mina de diamante Diavik, controlada pela joint-venture entre a Rio Tinto e a Dominion Diamond Corporation, iniciará, em 2015, a construção de uma quarta frente de lavra, denominada A21. A construção da nova galeria de extração do complexo faz parte do plano original da mina, e está orçada em US$ 350 milhões.

A A21 terá as mesmas tecnologias de engenharia utilizadas para a implantação da mina e das outras três galerias já existentes. De acordo com os porta-vozes da mineradora, a nova infraestrutura será uma importante fonte de abastecimento e irá garantir os atuais níveis de produção da empresa.

A mina subterrânea de Diavik iniciou a sua produção em 2003, atingindo sua capacidade anual total, de 8 milhões de quilates, em 2014. Atualmente, o site emprega mais de 800 funcionários.

 

Fonte: Redação MM

Deixe uma resposta