Projeto Patrocínio dá continuidade ao licenciamento em Minas Gerais

A Vale Fertilizantes está dando continuidade ao processo de licenciamento de seu projeto em Patrocínio (MG). A proposta é lavrar o minério de fosfato e fazer a expedição, via ferroviária, para unidade da empresa em Araxá, onde o minério será tratado.

O licenciamento inclui a realização de uma Audiência Pública, prevista para 30 de setembro, na cidade de Patrocínio. A implantação do projeto depende também de aprovação pelo Conselho de Administração da Vale.

A expectativa de produção em Patrocínio é de 1,6 milhão tde minério de fosfato no primeiro ano de atividade, chegando a 7 milhões t/ano nos anos seguintes.

Para a etapa de implantação, estima-se um contingente de 200 pessoas trabalhando no período de pico da obra. Já na fase de operação serão abertos mais de 500 postos de trabalho. Além disso, a expectativa da movimentação da economia gerada pela instalação da empresa devecontribuir para a criação de empregos indiretos, voltados para suprimento de produtos e serviços ligados à mineração.

Ao integrar e otimizar a utilização de dois ativos importantes – a jazida mineral de Patrocínio e a usina já existente em Araxá – a Vale Fertilizantes poderá continuar a atender ao mercado com um produto de alta qualidade e a um custo mais competitivo. Desta forma, Patrocínio passará a integrar o sistema de produção de fosfatados da Vale Fertilizantes, que inclui ainda os municípios de Uberaba, Tapira e Araxá, em Minas Gerais, e Catalão, em Goiás

Vale pretende produzir 1,6 milhão t de minério de fosfato em Patrocínio, MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *