Poli/USP abre inscrições para curso à distância de Higiene Ocupacional

Até o dia 8 de julho estarão abertas as inscrições para o treinamento de Higiene Ocupacional, que é oferecido pelo Programa de Educação Continuada (Pece) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP). Único do gênero no Brasil ministrado à distância, o treinamento é dirigido para profissionais de nível superior com interesse nas áreas de saúde, segurança e qualidade de vida no trabalho, e visa formar profissionais aptos a desenvolver ações de prevenção e proteção ao trabalhador.

Com um total de 390 horas/aula, realizadas ao longo de um ano, o treinamento é dividido em 13 disciplinas que abordam todos os agentes físicos, químicos e ergonômicos que podem afetar a saúde do trabalhador, a legislação pertinente, além de métodos de estratégia de amostragem, avaliação e controle. Uma das disciplinas visa familiarizar e sensibilizar os estudantes sobre os riscos mais relevantes, bem como o seu gerenciamento e controle, em segmentos industriais específicos: petroquímico, elétrico, construção civil, vidreiro, químico, mineração, telecomunicações, farmacêutico, siderúrgico e metal-mecânico (montadoras).

Segundo o professor Wilson Iramina, que apresenta os riscos e desafios da indústria da mineração nessa disciplina, de 2007 para cá o número de afastamentos do trabalho causados por acidentes aumentou significativamente neste setor. “Esses dados indicam que o controle de higiene ocupacional no trabalho não está sendo feito adequadamente”, afirma. Exposição à ruído (com perda da capacidade auditiva) e aos materiais particulados (com doenças respiratórias), problemas ergonômicos (má postura) e de conforto térmico (temperaturas extremas) são os principais problemas que o higienista ocupacional enfrenta neste segmento. “Embora as empresas tradicionais tenham um padrão de excelência, há dificuldade na uniformização de boas práticas, seja em função de fusões ou de novas aquisições, seja para as empresas prestadoras de serviço”, afirma.

O treinamento em Higiene Ocupacional possui uma metodologia de ensino à distância que foi testada e aprovada por empresas como Vale, Odebrecht e Petrobras. Além de apostilas elaboradas por professores da USP, por pesquisadores da Fundacentro e renomados consultores da área de higiene e segurança, o conteúdo disponibilizado na internet é igual ao de uma aula presencial. Porém, é apresentado por meio de ferramentas adequadas à web, tais como filmes-resumo (com os destaques dos pontos mais importantes de cada aula), testes online (que estimulam a memorização), questionários (que valem nota) e fórum e chats (para tirar dúvidas com tutores, docentes e compartilhar informações com colegas).

Ao ingressar no treinamento, o aluno também tem acesso a uma ferramenta inovadora de ensino: o Laboratório Virtual – um software que simula a utilização de equipamentos de medição de temperatura, ruído, iluminação, vibração, ventilação e gases.

As inscrições para o treinamento de Higiene Ocupacional podem ser feitas até o dia 8 de julho pelo site http://www.pece.org.br. Valor: 13 parcelas de R$ 727,00 (inclui material didático). As aulas terão início no dia 3 de agosto de 2009. Mais informações: atendimento@pece.org.br ou (11) 2106-2400.


Fonte: Padrão

Deixe uma resposta