Custos crescentes ameaçam novos projetos

Os custos de capital e de operação estão atingindo níveis estratosféricos nos novos projetos e aceleram a pulsação cardíaca dos investidores. O projeto Nkamouna de cobalto e níquel em Camarões, na África, operado por Geovic, triplicou seus custos de capital e operacionais para US$ 398 milhões, embora a produção tenha expandido em apenas 33%, por causa de aumentos em equipamentos, mão-de-obra e a desvalorização do dólar. O projeto de ouro de Peñasquito, no México, que está sendo desenvolvido pela Goldcorp, teve seu custo elevado em 70% para US $ 1,5 bilhão, quando sua produção bruta foi acrescida de 100 mil para 130 mil t/dia.
Fonte: Padrão

Deixe uma resposta