Categorias

23 de janeiro de 2021

Dedicada à Redução de Custos na Mina e Planta

Amarillo Gold terá complexo sem barragem

2 min read

Um dos novos projetos de mineração do país apresentados durante o 11º Workshop Opex Redução de Custos na Mina e na Planta, realizado pela revista Minérios & Mine- rales este ano em Caeté (MG), nos dias 20 e 21 de outubro, foi o da Amarillo Gold, em Mara Rosa, no norte de Goiás.

A palestra, que havia sido gravada para ser exibida no evento, teve foco no cronograma do projeto e suas principais ações. Arão Portugal, country manager da mineradora, ressaltou na sua apresentação que o projeto estava partindo para a fase da engenharia detalhada.

A abertura da mina está prevista para abril de 2021, após o pe- ríodo das chuvas. Já a produção comercial está programada para o segundo semestre de 2022.

“Amarillo será a próxima geração de mineração de ouro no Brasil” é o slogan da mineradora. Essencialmente, o lema tem sido usado, de acordo com o country manager, porque o projeto em Mara Rosa não terá barragem de rejeitos.

Será adotada a tecnologia dry stacking, de empilha- mento a seco, e ainda será utilizada menos água nova durante o processo de beneficiamento mineral, explica Arão. A área do projeto alcança 22 milha de concessão. e  que os . O inicial é de4 e a média é de 1,18 grama por tonelada de ROM. Aestendida

A área do projeto alcança 22 milha. A Amarillo Mineração do Brasil divulgou a conclusão de um es- tudo de viabilidade econômica e que os resultados demonstraram a produção média anual de 84 mil onças, sendo 102 mil nos primeiros quatro anos. O teor inicial é de 1,4 grama por tonelada e o médio é de 1,18 grama por tonelada. A vida útil estimada em cerca de dez anos, podendo ser postergada com avanço das pesquisas.

Arão destacou que Mara Rosa se localiza em um distrito mine- rário conhecido. A planta da Anglo Ashanti, em Crixás, está a cerca de 100 km; a da Lundin Mining (ex-Yamana Gold) a 30 km em Alto Horizonte; Pilar, da Equinox, em Pilar de Goiás, a cerca de

150 km, e a planta da Anglo American de níquel em Barro Alto, a cerca de 100 km. O potencial de ex- pansão para o norte é grande, segundo ele.

Uma linha de transmissão de energia dedicada de 67 km, de Porangatu a Mara Rosa, será construída para atender o complexo industrial. O projeto tem custo total de R$ 600 milhões. No pico, as obras do projeto devem envolver 600 pessoas.

Amarillo  Gold  também  desenvolve avaliações em área de exploração em estágio avançado em Lavras do Sul (RS), integrada por 22 alvos de exploração.

Deixe uma resposta