Liebherr testa caminhão de 220 t nos Estados Unidos

A Liebherr, que estará presente na feira, irá destacar sua linha consolidada de escavadeiras, pás-carregadeiras, betoneiras, guindastes de torre e guindastes offshore. Recentemente, a empresa completou com sucesso a série de testes de quatro caminhões da classe de 220 toneladas em duas minas nos Estados Unidos, no Arizona e em Wyoming, sob diferentes aplicações e condições climáticas.
Os primeiros testes foram realizados no Arizona (EUA), com dois caminhões T 264, que tiveram que operar sob condições climáticas extremas, com temperaturas de até 45º C, em uma mina com pit profundo. Com o conforto e o baixo nível de ruído dentro da cabine todos os operadores queriam experimentar o novo equipamento.
Os dois equipamentos, junto a outros dois, agora estão operando em um acordo de locação na cidade de Gillette, em Wyoming (EUA) e já somam mais de 20.000 horas de operação. Nessa região, também enfrentam condições climáticas adversas, com um clima imprevisível, sujeito a fortes ventos e temperaturas extremamente baixas que podem chegar a qualquer época do ano.
O objetivo dos testes em campo era validar o novo modelo em um ambiente real de mineração. A velocidade do novo caminhão e sua eficiência de carregamento foram monitoradas, a fim de estudar os tempos de ciclo e a produção, nas operações com minérios e carvão, nas minas de Arizona e Wyoming, respectivamente. Ao longo dos testes, a Liebherr analisou o consumo de combustível e de lubrificantes, e realizou pesquisas com os operadores sobre o conforto e impressões sobre a operação do equipamento. Nas duas minas, os caminhões foram testados em conjunto com a frota já existente no local, a fim de avaliar o desempenho ideal do caminhão.
Os caminhões da classe de 220 t voltaram ao portfólio da companhia para operarem em conjunto com as escavadeiras da classe de até 800 toneladas. As escavadeiras da empresa que casam perfeitamente com esse caminhão são as R 9800 e R 996 B.
O sistema de acionamento Litronic Plus determina a melhor forma de extrair a energia do motor diesel. A potência adequada do motor é fundamental para minimizar o consumo de combustível e aumentar o desempenho. O T 264 foi projetado para, dependendo do uso, operar por até 24 horas sem reabastecimento. A operação prolongada se deve ao baixo consumo de combustível e à capacidade de 4.920 l nos tanques.
A frenagem do T 264 é dinâmica, sem atrito e de alta potência. O sistema de acionamento CA proporciona até 4425 HP/ 3300kW de frenagem dinâmica, reduzindo a carga sobre o mecanismo de acionamento e o consumo de combustível.

Enfrentando condições climáticas adversas, quatro caminhões de 220 t da Liebherr obtiveram bons resultados em minas nos Estados Unidos

Fonte: Revista Minérios & Minerales

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *