Categorias

23 de janeiro de 2021

Dedicada à Redução de Custos na Mina e Planta

Recorde de produção em Barro Alto

4 min read
A Anglo American foi laureada com o 170 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira da revista Minérios & Minerales com o trabalho "Estabilidade operacional na mina de Barro Alto - ações que garantiram recorde de produção em 2014"

Ações planejadas e estabilidade operacional resultam em recorde de produção na mina Barro Alto, da Anglo American

A Anglo American foi laureada com o 170 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira da revista Minérios & Minerales com o trabalho “Estabilidade operacional na mina de Barro Alto – ações que garantiram recorde de produção em 2014”, de autoria dos engenheiros Philipe Barcellar Coelho, Bruno Silveira Conceição, Matheus de Mello e Souza Machado, Eduardo Evangelista Caixeta e do geólogo Everton Batista Alexandre.

O trabalho detalha as ações que resultaram para o recorde de produção da mina de níquel da Anglo American em Barro Alto (GO), situada no município de mesmo nome, que totalizou 11.265.298 t secas de rocha movimentada.

O melhor desempenho deve-se principalmente ao foco na estabilidade operacional, principalmente, no segundo semestre de 2014. O aumento foi de 26,9% na média de produção diária (24.146 t/d em 2013 x 30.641 t/d em 2014).

Baseado no desempenho de 2013 estimava-se uma produção de 10,5 milhões t para o ano de 2014. A produção atingida de 11,3 milhões t superou em 7.6% as expectativas, evidenciando os ganhos obtidos por meio das melhorias operacionais.

Várias ações contribuíram para essa conquista. A principal estratégia adotada pela equipe de manutenção foi postergar a reforma de duas escavadeiras e intensificar as manutenções preventivas, aproveitando a janela de oportunidade para reformar esses equipamentos no período de chuva (durante o qual a produção é menor), o que possibilitou aumentar a DF em 7,5% (68% planejado contra 73.13% real).

Nesse sentido, a manutenção das vias, manutenção nos pontos de descarga (depósitos), acompanhamento diário dos índices de produção e rondas diárias em campo (com participação das equipes de geologia, operação, planejamento de mina e manutenção) contribuíram para aumentar a produtividade da frota de escavadeiras CAT 365 em 5,8%. A baixa rotatividade da equipe e realização de treinamentos operacionais também foi fundamental para o bom desempenho.

A mina possui 14 km de extensão e grande parte do tempo ocioso dos equipamentos é devido à troca de turno. Para reduzir as horas ociosas e garantir a eficiência da troca de turno, foram utilizadas caminhonetes para o transporte dos operadores de frente de lavra. Com o cumprimento das metas de utilização e melhoria na disponibilidade física dos equipamentos, foi possível melhorar o rendimento operacional em 5,5%.

Mesmo com a paralisação dos fornos elétricos de redução para a reforma durante o ano de 2014 e 2015, a mina de Barro Alto manterá o plano de produção, priorizando a remoção de estéril para garantir o desenvolvimento da mina, e, consequentemente, desenvolver frentes de lavra.

Entre os anos de 2015 e 2017 está planejada a movimentação de 34 milhões t de rocha.

Conheça os autores do projeto

Everton Batista Alexandre – Coordenador de Geologia. Graduado em Geologia pela Universidade de Brasília em 2004. Começou a carreira como geólogo júnior na Divisão de Exploração da Anglo American em 2005, atuando em projetos de pesquisa de níquel em Goiás e no Pará. Em 2007 foi transferido para a mina de Barro Alto, onde atou como Geólogo SR, Especialista em Avaliação de Recursos Minerais e atualmente coordenador de Geologia.

Philipe Barcellar Coelho – Coordenador de Operação de Mina. Graduado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Ouro Preto no ano de 2009. Começou a carreira como trainee na Anglo American em 2010 e desde então trabalha na área de operação de mina.

Bruno Silveira Conceição – Coordenador de Planejamento de Mina. Graduado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2007. Experiência em planejamento de mina, tendo atuado em mineradoras de cobre, ferro, ouro e atualmente em níquel. Iniciou na Anglo American em Barro Alto em 2011.

Matheus de Mello e Souza Machado – Coordenador de Manutenção de Mina. Graduado em Engenharia Mecatrônica pela Universidade Paulista em 2002, iniciando em 2003 a carreira na Anglo American como trainee, passando pelas áreas de execução e planejamento de manutenção mecânica industrial e atualmente atuando na área de manutenção de mina.

Eduardo Evangelista Caixeta – Gerente de Mina, Geologia e Manutenção. Graduado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Ouro Preto em 1999. Experiência em operação, planejamento de mina e projetos de mineração, tendo atuado em mineradoras de cobre, diamante, nióbio, fosfato e atualmente em níquel. Está na Anglo American desde 2007.

Leia a íntegra do trabalho “Estabilidade operacional na mina de Barro Alto – ações que garantiram recorde de produção em 2014”.

Fonte: Revista Minérios & Minerales

Deixe uma resposta