Nova jazida de potássio na Bacia do Amazonas prevê produção de 2 milhões t/ano

A Potássio do Brasil anunciou em setembro a descoberta de uma nova jazida de potássio na Bacia do Amazonas,no local onde a Petrobras abandonou a exploração,há 30 anos,em Fazendinha e Arari.Segundo a empresa,no primeiro poço,no encontro dos Rios Madeira e Amazonas,localizados nos municípios de Autazes e Nova Olinda do Norte,encontrou um intervalo de 1,86m de espessura,com teor médio de cloreto de potássio 32,59%.

A Potássio do Brasil está perfurando dois poços na região e em outubro chegará uma terceira sonda para acelerar os trabalhos exploratórios.Após a confirmação do potencial produtivo,que deve ser por volta de dezembro deste ano,a empresa deve aportar mais de US$ 2,5 bilhões em cinco anos para montar toda a infraestrutura da mina,o que inclui equipamentos,construção do poço e unidade de beneficiamento.Este custo é estimado com base na produção anual de até 2 milhões t.O produto só deve abastecer o mercado a partir de 2016.

Fonte: Padrão

Deixe uma resposta