Minas Gerais e Suécia discutem inovação nos setores de mineração

A Suécia é hoje o maior produtor de minério de ferro da Europa e também o segundo maior exportador de produtos florestais (papel, celulose e produtos madeireiros) do mundo. Com o objetivo de apontar as oportunidades de negócios e apresentar a experiência do país europeu nos dois setores, o Sistema Fiemg, por intermédio do CIN e da Câmara da Indústria de Base Florestal, do Ibram do Sindiextra e a Embaixada da Suécia promoveram, no dia 22/05, o seminário “Inovação nos setores de Mineração e Florestal – A experiência sueca e brasileira”.

Segundo o presidente do Sistema Fiemg, Olavo Machado Junior, o seminário serve como estímulo para fomentar novas parcerias e novos negócios entre Minas Gerais e Suécia. “Temos uma excelente oportunidade para gerar novos acordos entre as duas regiões. Eles têm uma agenda comercial bastante diversificada e é nosso interesse unir representantes dos setores da Mineração e da Indústria Florestal das duas regiões para dar continuidade às crescentes relações entre eles e impulsionar a colaboração sueco-brasileira”, ressaltou.

O presidente do Ibram e do Sindiextra, Fernando Coura, pontuou a excelência do país nórdico em mineração como ponto relevante do encontro. “Os suecos estão no topo da produção de minério de ferro no continente europeu. Nos últimos anos, devido à tecnologia aumentaram bastante sua capacidade produtiva e é muito positivo que o setor no Brasil tenha contato com essa experiência”, completou.

Já o presidente da Câmara da Indústria de Base Florestal da Fiemg, Fausto Varela, enfatizou a oportunidade de troca de experiências gerada pelo evento. “A Suécia trabalha como uma questão muito importante atualmente que é a sustentabilidade. Além disso, o setor florestal vem trabalhando para desenvolver a bioeconomia através de inovação e tecnologia, duas culturas muito fortes no país deles e que foram temáticas no seminário”, disse.

O evento contou com a participação de uma comitiva sueca liderada pelo Ministro de Comércio e Inovação, Mikael Damberg, e o embaixador, Per-Arne Hjelmborn, além de representantes dos setores da Mineração e da Indústria Florestal do país nórdico.

Durante a visita, o ministro europeu enfatizou as boas relações entre Brasil e Suécia e salientou a importância de se ampliar ainda mais o mercado entre os dois países. “A intenção é alavancar o comércio bilateral e a inovação entre Brasil e Suécia. Mas para isso é necessária uma cooperação econômica, técnica e industrial”, ressaltou.

Também participaram do encontro o Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Altamir Rôso, o presidente da Codemig, Marco Antônio Castelo Branco e a assessora da Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais da Prefeitura de Belo Horizonte, Stephania Aleixo.

Abertura

Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Altamir Rosô; Presidente da Fiemg, Olavo Machado Júnior; Presidente do Sindiextra e Vice-Presidente do Ibram, José Fernando Coura, Ministro da Indústria e Inovação da Suécia, Mikael Damberg; Embaixador da Suécia no Brasil Per-Arne Hjelmborn, Fausto Varela, Presidente do Sindifer e Presidente da Câmara de Indústria de Base Florestal da Fiemg; Subsecretário de Politica Mineral e Energética da Sede, José Guilherme Ramos

Workshop de Mineração

Homenagem de agradecimento da Embaixada daSuécia, através da Elsa Stefenson ao Diretor de Assuntos Minerários do Ibram, Marcelo RibeiroTunes

Crédito fotográfico: Alessandro Carvalho

Fonte: Redação MM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *