Larissa Santos, tem 24 anos e trabalha na Vanádio de Maracás desde 2014

“Me chamo Larissa Santos, tenho 24 anos e trabalho na Vanádio de Maracás desde 2014. Me encantei pela mineração e pelo quão diverso e fascinante é todo o processo. No entanto, sabemos que o ramo da mineração é o setor onde se tem um menor número de mulheres, devido a um velho estereótipo, que mesmo diante de tantas conquistas das mulheres, este ainda prevalece em nossa sociedade, no qual diz que “atividades relacionadas à força e trabalho pesado são exercidas por homens”.

E por ser conhecida como uma área industrial tradicionalmente masculina, é grande a escassez de mulheres exercendo essas determinadas funções, onde exige força e coragem.

Me considero uma das quais exerce uma dessas funções, e digo que somos capazes, sim! Com foco, determinação e a delicadeza relacionada à atenção a cada detalhe, podemos estar em qualquer lugar. Sou mulher com muito orgulho e trabalho frente a homens.

Agradeço a Vanádio pela oportunidade e confiança. Torço para que as mulheres dominem cada vez mais, muitos setores de interesse, ainda que sejam subestimadas, que não se intimidem diante de nenhum obstáculo!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *