Yamana dá suporte a projetos escolhidos pelas próprias comunidades

Em 2015, segundo a empresa, 9.139 pessoas foram beneficiadas na região com atividades que incluem consultas médicas, palestras, oficinas, atrações culturais, educação e conscientização ambiental

Marcelo de Valécio

A canadense Yamana atua na produção de ouro e outros metais preciosos, além do cobre, no Brasil, Argentina, Chile, México, América Central e EUA. Em 2016, a empresa espera produzir entre 1,23 milhão e 1,31 milhão de onças de ouro. A produção de prata é estimada entre 6,9 milhões e 7,2 milhões de onças e a do cobre deve variar entre 122 milhões e 125 milhões de libras (55,3 mil toneladas a 56,7 mil t). No Brasil, a Yamana e sua subsidiária Brio Gold possuem unidades em Goiás (Chapada e Pilar) e na Bahia (Jacobina e Fazenda Brasileiro).

Estabelecer vínculos duradouros e positivos com as comunidades onde está inserida é um dos focos da Yamana. Para tanto, a empresa afirma buscar compreender em cada uma das localidades as suas necessidades específicas, o seu modo de vida, concentrando esforços no desenvolvimento sustentável da região. A empresa se orienta por quatro pilares para realizar esse trabalho: desenvolvimento local, qualidade de vida, educação e cultura. “A Yamana acredita que o investimento social nas áreas onde está inserida é a melhor maneira de contribuir para a formação de comunidades sustentáveis, que continuarão a prosperar muito além da duração de nossas minas”, afirma Osvaldo Filho, diretor do Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental.

Entre as ações que a Yamana desenvolve com as comunidades da Bahia está o Programa Integrar, que se destina à qualidade de vida local. Nesse projeto, são desenvolvidas atividades de melhoria dos hábitos de vida das comunidades, e inclui também os colaboradores da Yamana e seus familiares. Além dessas atividades, também são desenvolvidas ações específicas realizadas por meio de uma pesquisa de interesse anual com a comunidade. Essas ações são focadas em quatro temas: saúde, meio ambiente, comunidade e vida familiar. Em 2015, segundo a empresa, 9.139 pessoas foram beneficiadas na Bahia com atividades que incluem consultas médicas, palestras, oficinas, atrações culturais, educação e conscientização ambiental.

Dentro do Programa Integrar, a Yamana desenvolve anualmente o Dia Integrar. Nessa data são realizadas ações de responsabilidade socioambiental com o objetivo de desenvolver o conceito de cidadania. Durante um dia são oferecidos serviços gratuitos nas áreas de saúde, cidadania e meio ambiente, além de atividades de lazer e entretenimento para os participantes. No ano passado, foram realizados 62.496 atendimentos nas unidades da Bahia. O Dia Integrar, cuja realização é de responsabilidade do Instituto Yamana, conta com parcerias com o poder público, a iniciativa privada e a sociedade civil organizada, além de voluntários.

O Seminário de Parcerias é outra ação de responsabilidade socioambiental da empresa. A participação da comunidade acontece por meio das organizações sociais locais com apresentação de projetos de interesse da comunidade. O processo de escolha dos projetos é encaminhado de forma a possibilitar que a própria comunidade discuta e defina quais deverão ser contemplados com recursos do Seminário de Parcerias. O investimento total no projeto somou R$ 346 mil, beneficiando 60 instituições, em quatro municípios da Bahia.

Cultura e educação também estão no raio de ação do Instituto Yamana. Entre as atividades culturais promovidas está o Cineco Móvel, uma estrutura itinerante de cinema que circula nos distritos mais distantes das sedes dos municípios, realizando sessões de filmes, democratizando o acesso à cultura e levando entretenimento às comunidades. “A Yamana acredita que cultura e educação são componentes centrais para construção de comunidades fortes, saudáveis e sustentáveis”, destaca Osvaldo Filho. “Educação é um pilar permanente das atividades de responsabilidade social”, completa o diretor do Instituto Yamana, lembrando que nos últimos anos, a empresa focou nas necessidades educacionais das comunidades próximas às suas operações e firmou parcerias com secretarias de educação. Entre as ações implementadas, está o Plano de Gestão Educacional, cujo objetivo é a melhoria da qualidade da gestão escolar, impactando diretamente na qualidade do ensino.

A Yamana possui também um programa de voluntariado em que os empregados realizam ações junto à comunidade durante o ano todo. Em 2015, nas unidades da Bahia foram realizadas atividades que beneficiaram, segundo a empresa, em torno de 5.800 pessoas.

Projeto Integrar, um dos vários que a Yamana apoia

Fonte: Revista Minérios & Minerales

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *