Posts em 'Brasil'

CDE apresenta novas tecnologias disponíveis no Brasil

Os equipamentos e sistemas oferecem soluções que permitem, por exemplo, lavar areia minimizando a perda de finos, classificação a seco e desagregar contaminantes argilosos e orgânicos dos granulados

A CDE atua na área de projetos e manufatura de equipamentos para classificação de minerais via úmida e a seco para os setores de mineração, areia & agregados, areia industrial, ambiental e reciclagem de resíduos de construção e demolição. A empresa tem intensificado sua presença na América Latina nos últimos anos, razão pela qual estabeleceu um escritório no Brasil, em 2012, e realizou eventos de demonstração de suas linhas de equipamentos em Minas Gerais e Santa Catarina. Os mais recentes ocorreram em junho, em Belo Horizonte (MG) e na cidade de São Paulo. Os eventos tiveram como principal objetivo apresentar para as empresas da área seus equipamentos mais recentes, com tecnologia e design de última geração e fabricados na Europa.

Os eventos, no formato Encontro de Negócios, incluíram uma breve apresentação sobre a história da CDE e sua presença cada vez mais forte na América Latina, principalmente no Brasil, e em seguida, foi detalhada a linha de produtos da empresa.

Como o EvoWash, equipamento compacto e modular para lavar areia com diferentes especificações, minimizando a perda de finos; o AquaCycle, um espessador modular que reaproveita até 90% da água utilizada durante o processo de classificação; o Sirocco Aeroclassificador de areia através de um processamento a seco, indicado principalmente para as empresas situadas em locais com difícil acesso a água; e o AggMax, uma célula de atrição que desagrega contaminantes argilosos e contaminantes orgânicos dos granulados acima de 16mm.

O evento da CDE em Belo Horizonte, realizado no Hotel Radisson Blue, teve como tema a “Mineração Sustentável”, e contou com um um caso de sucesso apresentado pelo seu cliente Vallourec Mineração, que adquiriu um AggMax em 2013 para a redução da argila e alumina em seu NPO.

AquaCycle é um espessador modular que reaproveita até 90% da água utilizada durante o processo de classificação

A empresa escolheu o AggMax para classificar seu NPO (granulados de 12/32mm), para que os mesmos entrem mais limpos no forno da Usina do Barreiro, em Minas Gerais, onde são fabricados os tubos de aço sem costura, o que gerou ainda um menor consumo de carvão no processo.

Como resultado, tiveram uma redução na quantidadede finos, diminuição do teor de alumina e aumento do teor de ferro. Antes da introdução do AggMax, o teor de corte para granulados era de
60% e passou a ser 58%. “Na fase de montagem tivemos o acompanhamento da equipe técnica da CDE do Brasil, que durante todo o tempo prestou assessoria. Foi um serviço de qualidade”, destaca Luiz Carlos Vannucci, gerente de Planejamento e Controle de Qualidade da Vallourec Mineração.

O Encontro de Negócios da CDE em São Paulo foi realizado no Hotel Golden Tulip e teve a mesma estrutura de apresentacão do evento de Belo Horizonte, porém foi realizado em parceria com a Associação Nacional das Entidades de Produtores de Agregados para Construção (Anepac), o que colaborou para reunir empresários representativos do setor do Estado de São Paulo.

Este evento teve como participacão também o grupo Piramide, que adquiriu um sistema modular da CDE em 2013 na feira Bauma, o modelo M2500 E4X, capaz de produzir dois tipos de areia e dois tipos de seixo.

De acordo com a CDE, os principais benefícios gerados pelo novo sistema M2500 para esta produtora de areia foram: classificação eficiente e normatizada dos produtos; eliminação da perda
de finos; recuperação de todo material vendável; areia empilhada com baixo percentual de umidade, pronta para carregamento; flexibilidade e habilidade de alterar as faixas de areia e produtos; uso de componentes de alta durabilidade na planta e fácil manutenção

Também foram apresentadas soluções de classificação a seco, o Sirocco, equipamento da CDE muito popular para as vendas em locais com pouca água.

Ao final de cada evento, um especialista em importação apresentava abordagens e opções para as empresas que desejam adquirir equipamentos da CDE e como pode auxiliar os clientes em todo o processo durante a importacão até a chegada dos equipamentos no Brasil.

Satisfeitos com os resultados obtidos, o time da CDE do Brasil decidiu realizar outro Encontro de Negócios/Customer Day, na cidade do Rio de Janeiro, em setembro. A empresa também estará presente na ExpoMina, que será realizada de 14 a 16 de setembro em Lima, no Peru.

Detalhe dos agregados lavados e das barras de pulverização

0

Volvo inicia produção de motor industrial no Brasil

A Volvo Penta, divisão do Grupo Volvo que atua no mercado de motores marítimos e industriais, iniciou a produção de motores industriais no Brasil, no complexo fabril da empresa, em Curitiba (PR). Os motores são o TAD-1344GE e TAD-1345GE, ambos de 13 l, destinados a grupos geradores de energia.

O motor Volvo Penta é muito similar ao do caminhão Volvo FH. A principal mudança é no cabeçote, que ganhou projeto próprio para o ciclo de trabalho industrial. Do total de peças, 45% são iguais às do motor do FH, o que facilita ainda mais a manutenção. Um dos diferenciais do modelo está no intervalo de troca de óleo. No Volvo Penta 13 l, a troca é feita a cada 600 h. Nos seus similares do mercado, segundo a empresa, ocorre a cada 250 h. Também consome menos diesel, com um ganho de até 5%.

Outro destaque é a densidade de potência: mesmo mais compacto, o motor oferece a mesma força que os seus similares. E é 76% menos poluente, além de ser o único no Brasil a atender a
norma Tier 2, certificação ambiental americana.

0