Sistema de proteção de encostas para minas

A Geobrugg forneceu os sistemas de proteção e estabilização de encostas para uma mineradora localizada na região Norte. Com os serviços contratados, a empresa aumentou a segurança de seus funcionários e também evitou danos à correia transportadora.

Em cavas a céu aberto, os taludes resultantes do processo possuem elevada altura em comparação a obras civis tradicionais. Ao término da lavra em determinada região, o talude remanescente deve ser operacional, ou seja, com as condições de segurança condizentes com a vida útil esperada.

Os sistemas instalados consistiram em malhas de aço de alta resistência do tipo Spider e Tecco, associadas ao grampeamento do talude, além de uma barreira dinâmica contra queda de rochas com capacidade de retenção de energia de 2000kJ (RXI 200) e altura de 4m. Os sistemas são feitos com malhas de fios de aço de alta resistência (fy=1770MPa) com diâmetros de 3mm e 3x4mm, respectivamente, o que confere resistências de 150kN/m para a Tecco G65 3mm e 220kN/m para a Spider S4-230.

Malhas metálicas de contenção são alternativas a obras de concreto, com facilidade e agilidade de implantação

Estas malhas são alternativas a obras de concreto projetado, com as vantagens de facilidade e velocidade executiva, maior segurança por permitir lançar o faceamento antes da perfuração no talude, e de possibilitar a drenagem pela face do talude. A barreira contra queda de rochas consiste em um sistema para frear impactos destes eventos.

A barreira instalada na mineradora resiste a impactos de até 7,2 t a 90km/h, que resulta em 2000kJ. A empresa implementa barreiras de 100kJ até 8000kJ.

Fonte: Revista Minérios & Minerales

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *