São Paulo estuda medidas de incentivo à mineração

Com o objetivo de conhecer a produção de areia e brita na região metropolitana de São Paulo, coletar as demandas do setor e visitar as barragens das mineradoras paulistas, João Carlos Meirelles, secretário de Energia e Mineração do Estado de São Paulo e José Jaime Sznelwar, subsecretário de Mineração, que também é coordenador do grupo de trabalho de barragens de mineração, visitaram, na segunda quinzena de dezembro (2015), a pedreira Itapeti da Embu, em Mogi das Cruzes (SP), e a mineração de areia da Itaquareia, em Itaquaquecetuba (SP) – unidades que já foram temas de reportagens da Minérios & Minerales.

O secretário de Energia e Mineração solicitou que as empresas, sindicatos e associações apresentem propostas do setor para enfrentar o momento de crise econômica. Em Mogi das Cruzes, a mineradora Embu produz principalmente pedra, brita e seus subprodutos. A pedreira conta com uma barragem e um reservatório de cerca de 570 m³ de água para limpeza da areia. “Essa é uma barragem pequena e bem administrada pela empresa. A população da região pode ficar tranquila sobre a sua segurança”, destaca Sznelwar.

Em Itaquaquecetuba a equipe foi conferir uma cava que está chegando ao final de sua produção e já conta com recomposição de mata ciliar ao longo do Rio Tietê e de uma área cedida ao município para implantação de um parque. Com isso, o planejamento futuro do terreno já é um tema em discussão.

São Paulo é o terceiro maior produtor de bens minerais do País e o maior consumidor de insumos da cadeia da construção civil. É também o maior produtor de equipamentos e insumos para a indústria mineral. Movimentou US$ 1 bilhão em 2014, empregando mais de 200 mil trabalhadores.

O Estado possui mais de 2.800 minas em operação, com 95% de produção em areia, brita, calcário e argila. Só a região Metropolitana de São Paulo recebe, diariamente, mais de 9.000 carretas de areia brita.

Fonte: Redação MM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *