Projeto da Ferbasa é escolhido pelo júri

A Ferbasa será homenageada no 21º Prêmio da Indústria Minero Metalúrgica pelo trabalho “Utilização do método Raise Boring na abertura de face livre em mina subterrânea”.

Sobre o projeto:

O trabalho apresenta um comparativo entre dois métodos de abertura de faces livres (slots) para desmonte em leques: o método tradicional drill and blast, utilizando perfuração in the hole (ITH), versus o método raise boring. Os testes foram realizados na mina Ipueira, pertencente ao grupo FERBASA, localizada no municícpio de Andorinha, norte do estado da Bahia. Os métodos sublevel caving e sublevel open stopes, utilizados na Mina Ipueira, demandam perfuração ascendente e sequenciamento de lavra em recuo, tendo como característica a abertura do slot, crucial para o sucesso inicial da atividade de extração. Atualmente em uso, o processo drill and blast acarreta baixa produtividade e rendimento, desvios de perfuração, eventual necessidade de retorno ao local para carregar e detonar alguns furos e possibilidades de insucesso no alcance ideal da altura da face livre. Diante desta problemática, a equipe técnica da Companhia conduziu, durante oito meses, diversos testes com uso do equipamento raise borer, resultando em vinte e um slots abertos, tornando possível mensurar as vantagens e desvantagens desta metodologia. Os resultados obtidos demosntraram uma redução em torno de 60% na mão de obra e de 48% nas horas programadas. Diante das melhorias obtidas e de um ganho na ordem de 64% nos custos operacionais, foi elaborada uma análise técnico-econômica sugerindo a substituição do método atual (drill and blast) pelo método raise boring. Adicionalmente, observaram-se ganhos qualitativos, tais como: maior segurança operacional, possibilidade de uso em resgates e menor geração de ruído e poeira.

Sobre os autores:

  • Homero Sarmento
    • Graduado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Paraíba (2000) e Mestrado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Campina Grande (2002). Atualmente é Gerente de Lavra e Desenvolvimento da mina subterrânea de Ipueira, pertencente a Cia de Ferro Ligas da Bahia – Ferbasa. Tem experiência na área de Engenharia de Minas, com ênfase em Lavra de Minas,  atuando principalmente nos seguintes temas: mineração subterrânea, ventilação de mina, concreto projetado, automação e dimensionamento de frota.
  • Álvaro Silva
    • Graduado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal da Bahia (2012) e Pós Graduação em Engenharia de Segurança pela Universidade Estácio de Sá (2016). Atualmente é Engenheiro de Minas responsável pela operação de perfuração de Lavra e Desenvolvimento da mina subterrânea de Ipueira, pertencente a Cia de Ferro Ligas da Bahia – Ferbasa. Tem experiência na área de Engenharia de Minas, com ênfase na área de perfuração de rochas em mina subterrânea e à céu aberto e prospecção de minerais industriais. Atuou como responsável técnico de mina de quartzo pertencente ao grupo Ferbasa.
  • Gustavo Souto
    • Graduado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Campina Grande (2013) e MBA em Engenharia de Produção pelo Centro Universitário Internacional (2016). Atualmente é Engenheiro de Minas na Gerência de Planejamento da mina subterrânea de Ipueira, pertencente a Cia de Ferro Ligas da Bahia – Ferbasa. Tem experiência na área de Engenharia de Minas, com ênfase em Planejamento de Mina Subterrânea, principalmente nos seguintes temas: planejamento de curto prazo, topografia e mecânica de rochas aplicada à mineração.
  • Laércio Morais
    • Graduado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Pernambuco (2009) e  Pós Graduação Engenharia de Segurança do Trabalho pela Faculdade Inesp (2017). Atualmente é o responsável técnico pelo Desmonte de Rocha da Mina Subterrânea de Ipueira, pertencente a Cia de Ferro Ligas da Bahia – Ferbasa. Tem experiência nacional e internacional na área de desmonte com uso de explosivos,  atuando tanto em mineração à céu aberto quanto subterrânea.
  • Aarão Lima
    • Graduado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Pernambuco (1976), tem Especialização em Economia Mineral pela Universidade Federal da Paraíba (1978), Mestrado em Engenharia de Minas – University of Missouri Rolla (1980) e Doutorado em Engenharia de Minas – University of Missouri Rolla (1988). É Professor Associado IV da Universidade Federal de Campina Grande, aposentado. Atualmente é Consultor em Mecânica de Rochas aplicada à mineração, atuando na empresa Engemina Engenharia de Minas Consultoria. Tem experiência na área de Engenharia de Minas, com ênfase em Lavra de Minas, atuando principalmente nos seguintes temas: mecânica de rochas aplicada à mineração; lavra subterrânea; e aplicação de geotécnica em minas subterrâneas e a céu aberto.

Um comentário em “Projeto da Ferbasa é escolhido pelo júri

  • 29 de março de 2019 em 05:39
    Permalink

    Parabéns, pelo ótimo trabalho que fazem.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *