Klüber exibe linha de lubrificantes de alta tecnologia

A empresa irá destacar durante a feira o seu portfólio de lubrificantes especiais de alta tecnologia. Este ano, estarão expostos: Klüberfluid C-F 3 ULTRA, lubrificante de serviço para grandes acionamentos de coroa dentada, Klüber Summit SH 32, 46, 68, 100 — óleos sintéticos para compressores de ar para intervalos de troca de óleo de até 10.000 horas de operação, Klüberlub BE 41-1501, graxa lubrificante isenta de chumbo para rolamentos submetidos a elevadas cargas e baixas rotações, Klüberlub BVH 71-461, graxa lubrificante para rolamentos e válvulas a altas temperaturas, Klüberlub HE 71-701 SAM, graxa lubrificante para atrito de deslizamento, altas cargas e altas temperaturas e Klübersynth GH 6, óleos sintéticos para engrenagens e altas temperaturas baseados na Tecnologia KlüberComp Lube.

“Nossas parcerias com indústrias de mineração têm gerados resultados animadores. Manter esta relação é muito relevante para futuros negócios. A Exposibram tem se mostrado, ao longo dos anos, uma grande oportunidade para contato e relacionamento com esses clientes”, comenta Francesco Giuseppe Lanzillotta, gerente de Mercado de Indústria Pesada.

Além dos produtos, a empresa irá apresentar dois conteúdos técnicos durante o congresso do evento, as palestras “Eficiência energética com a utilização de lubrificantes especiais” e “Como fazer a diferença nas operações com o uso de lubrificantes”, que serão proferidas pelos executivos da empresa Irajá Ribeiro e Daniel Narnhammer, gerente de Mercado Sustentabilidade e Eficiência Energética e líder do Centro Global de Competência em Mineração, respectivamente.

O executivo, que possui o certificado de medição CMVP (Certified Measurement and Verification Professional), explicará como a aplicação do produto aliada ao serviço de consultoria proporciona uma economia que, em muitos casos, pode chegar a 4%, em média.

Com foco específico na indústria de mineração, a apresentação de Daniel Narnhammer demonstrará que a contaminação abrasiva, as temperaturas extremas, os movimentos oscilantes e as cargas extremamente elevadas corroem os equipamentos no dia a dia.

Um dos casos de sucesso da empresa foi uma aplicação de lubrificante nos redutores que fazem o acionamento dos rolos de uma prensa de rolos. O projeto consistiu na utilização do lubrificante sintético Klüber Lubrication, de base Poliglicol, e no acompanhamento do desempenho do produto, durante pouco mais de seis meses.

Para a comparação, a troca de óleo mineral ocorria a cada 12 meses, em média. No entanto, o novo lubrificante sintético tem uma vida útil cinco vezes maior. Com isso, o novo período de troca passa a ser de a cada 60 meses (cinco anos). Além disso, há um ganho energético anual de 6% (redução média de aproximadamente 135 KW de potência nos motores ou 0,14 KWh/ ton), comparados a um lubrificante mineral convencional. Segundo a empresa, essa economia faz com que todo o investimento feito no produto seja recuperado em menos de um ano.

Além do benefício da redução de mais que 6% no consumo de energia, há também a vantagem de redução de mão de obra, devido à extensão do período – a troca passa a ser a cada cinco anos, adicionalmente gerando menos descarte de óleo e, principalmente, diminui problemas mecânicos (menor coeficiente de atrito = menor desgaste das peças e menos problemas com a oxidação do óleo), com isto aumentou os índices de confiabilidade e da disponibilidade do equipamento.

Fonte: Revista Minérios & Minerales

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *