Pará deve autorizar extração de ouro em Belo Monte

O governo do Pará deve autorizar o início da operação de um projeto de ouro próximo ao complexo hidrelétrico de Belo Monte, na região de Altamira. A empresa canadense Belo Sun, proprietária do empreendimento batizado como Projeto Volta Grande, informa que ele deve ser o “maior programa de exploração de ouro do Brasil”.
A exploração ocorrerá no município de Senador José Porfírio, às margens do rio Xingu. A Belo Sun, controlada pelo grupo Forbes & Manhatan, um banco de capital privado que investe em projetos de mineração, promete investir R$ 1,2 bilhão na nova planta.
A empresa tem planos de extrair 4,6 mil kg/ano de ouro, por duas décadas. O empreendimento geraria 2.600
empregos diretos e arrecadação de R$ 60 milhões por ano ao Pará em royalties da mineração.
Porém, o projeto sofre resistência de ambientalistas, indígenas e da operadora da UHE Belo Monte, a Norte
Energia, devido à proximidade com a barragem.
0

Fluor obtém contrato para projeto de potássio na África

A Fluor Corporation obteve contrato de engenharia, design e otimização da Danakali, na Eritréia, África Oriental, para o projeto Colluli Potash, após um processo de licitação iniciado ano passado.
O depósito de Colluli fica a aproximadamente 177 km da capital Asmara, e a 230 km por estrada do porto de Massawa, que é o principal da Eritréia. Estudos iniciais apontam Colluli como depósito com potencial de alto
rendimento na produção de sulfato de potássio e a custos operacionais bastante favoráveis.

Fonte: Redação MM

0

Empresa extrai lítio de resíduos do óleo de xisto

A MGX Minerals informa que extraiu com sucesso lítio de águas residuais do óleo de xisto. Os resultados são
parte do processo de implantação de uma planta piloto de produção de lítio. A tecnologia utlizada é a primeira
desse tipo, reduzindo o tempo de produção de lítio em 99% em comparação aos métodos convencionais que usam a evaporação solar. O tempo do novo processo é reduzido de 18 meses para 1 dia. MGX e PurLucid Treatment Solutions estão trabalhando para integrar suas respectivas tecnologias e desenvolver uma planta piloto adequada para uso comercial, para permitir aos produtores do óleo de xisto a eliminação do efluente industrial de forma mais segura ao meio ambiente, bem como recuperar minerais valiosos como o lítio.

Fonte: Redação MM

0

Indonésia deve anunciar novas regras para mineradoras

A Indonésia vai anunciar novas regras para mineradoras, que incluirão contratos e permissões, regime de exportação, impostos, obrigações em caso de desinvestimentos e exigências sobre processamento no próprio país.
O governo impôs, em 2014, sanções sobre as exportações de minério para pressionar as mineradoras a construírem fundições para processar o produto localmente, mas deu algumas concessões para produtores de
concentrados após protestos da indústria. Agora, como parte dessa nova política, uma proibição sobre as exportações de concentrados minerais da Indonésia deverá entrar em vigor. As regras teriam o objetivo de maximizar o retorno sobre os recursos naturais, como manda a Constituição.

Fonte: Redação MM

0

Economia do Peru deve ser impulsionada pela mineração

Peru deve ser um dos países latino-americanos mais dinâmicos em 2017, de acordo com agências de investimentos internacionais. A economia peruana pode avançar 4%, principalmente devido ao setor de mineração. De acordo com o Banco Central de Reserva peruano, dos grandes projetos previstos para 2017 e 2018, 29,3% se referem à mineração. Há projetos de ampliação de minas (Shougang e Toquepala), de desenvolvimento de novos depósitos (San Gabriel), além de novas unidades de processamento de minérios.

Fonte: Redação MM

0
Page 3 of 5 12345