Alcoa: lucro foi recorde de US$ 2,6 bilhões em 2007; alta de 19%

A Alcoa obteve recordes em receita, lucro de operações continuadas e resultado financeiro de suas operações no ano passado. A receita foi de US$ 30,7 bilhões, contra US$ 30,4 bi em 2006. O lucro anual das operações continuadas aumentou para US$ 2,6 bilhões, 19% acima dos US$ 2,2 bilhões de 2006.

O resultado financeiro das operações cresceu 21%, para mais de US$ 3,1 bilhões, contra US$ 2,6 bilhões no ano anterior. Por volta de 20h37, no after hours, a ação da empresa subia 4,32%. No quarto trimestre, o lucro líquido da Alcoa foi de US$ 632 milhões (US$ 0,75 por ação) de um lucro de US$ 359 milhões (US$ 0,41 por ação) registrado em igual período do ano anterior. A receita caiu para US$ 7,39 bilhões no quarto trimestre, de US$ 7,84 bilhões obtidos em igual período do ano anterior, refletindo a queda nos preços do alumínio e a exclusão de um segmento de negócios que agora faz parte de uma joint venture. O chairman e CEO da companhia, Alain Belda, destacou que pelo segundo ano consecutivo a Alcoa atingiu recordes nesses itens. “Lutamos contra a elevação substancial dos custos de energia e de matéria-prima, e contra os impactos cambiais, ao mesmo tempo que continuamos a executar o maior programa de investimento de capital da nossa história”, disse o executivo. “Investimos em novas fábricas, expandimos a produção, modernizamos as operações, renegociamos acordos energéticos de longo prazo e construímos novas geradoras para ampliar nosso acesso à energia a taxas competitivas, além de continuarmos a investir nos mercados em expansão, como Brasil, China e Rússia”, enumerou Belda. Em 2007, a empresa concluiu grandes projetos de expansão, incluindo sua primeira nova fundição em 20 anos, na Islândia, uma nova fábrica de ânodo na Noruega e sua terceira unidade de chapas finas na China. Além disso, progressos significativos foram obtidos em outros projetos, como os da expansão da refinaria de alumina de São Luís do Maranhão. Entre os investimentos para aumentar sua auto-suficiência energética, estão os realizados na usina hidrelétrica de Serra do Facão, em Goiás.
Fonte: Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *