Dedicada à Redução de Custos, Aumento de Produtividade e Manutenção Industrial na Mina e na Planta
Dedicated to Cost Reduction, Productivity, Industrial Maintenance at the Mine and Plant
Youtube
Twitter
Flickr
Youtube
Contact
 
Aspersão fixa: tecnologia eficiente gera redução de custos no controle de poeira
Uma das agressões geradas ao meio ambiente é, sem dúvida, a poeira emitida por empresas mineradoras decorrente do trânsito intenso de caminhões nas pistas de rolamento e processos de beneficiamento. Tais problemas eram (e são até hoje) combatidos com a utilização de caminhões pipa, o que acarreta diversos problemas tais como trânsito nas pistas de rolamento, acidentes, ineficiência na uniformidade de aplicação de água e o elevado custo deste processo. Além disso, o que até então era uma simples contravenção penal, hoje passa a ser punido como crime de acordo com a lei ambiental 9605, de fevereiro de 1998.
 
O controle da poeira em uma mineradora é um fator crítico para o bom funcionamento de sua unidade, tanto do ponto de vista das relações econômicas quanto em proteção ambiental e da comunidade. É imperativo que o plano de gestão de controle de poeira esteja em conformidade com as normas regulamentares. Além de reduzir os riscos de saúde para os seus funcionários, da comunidade em seu entorno e manter a segurança no local de trabalho em geral, temos um aumento de produtividade e dinâmica de trabalho dentro de uma mineração.
 
Caminhões nas estradas de transporte acarretam na emissão de poeira, e essas emissões podem causar sérios problemas de segurança do trabalho e de saúde, bem como sérios riscos de visibilidade para o tráfego de operação.
 
No decorrer dos últimos anos a adoção do sistema de aspersão fixo para controle de poeira tem se tornado uma estratégia eficiente nas áreas de mineração. Diversas razões justificam a sua adoção, mas podemos ressaltar a confiabilidade e o baixo custo do processo.
 

No sistema de aspersão fixa o volume de água a ser aplicada já é definido no projeto
 
Esta tecnologia já encontra vários segmentos e aplicações específicas, algumas já consagradas e outras ainda em desenvolvimento, tais como: Aspersão automatizada em vias de acesso, aspersão em processo de britagem, aspersão em pilhas de estocagem de materiais, sistema de aspersão em vagões, sistema de aspersão para lavadores de rodas e chassis, sistema de aspersão em correias transportadoras.
 
Em se tratando especificamente em sistema de aspersão fixa em vias de acessos, tal sistema consiste em aspergir água nas pistas de rolamento mantendo sua superfície no grau de umidade que não gere poeira e não produza lama. Este sistema elimina o trânsito e o alto custo de operação de caminhões pipa destinados a esta função.
 
Sobre a tecnologia
O sistema de aspersão consiste, basicamente, na execução de uma rede hidráulica através de tubos de aço, PEAD ou PVC, onde são instalados aspersores que aspergem água nas pistas e pátios.
 

O sistema de aspersão realiza a operação em ciclos pré-determinados, visando uma perfeita homogeneização da lâmina de água, mantendo a pista com um ótimo grau de umidade em toda sua extensão.
 
Estes tipos de projetos utilizam a tecnologia de controle central. O controle central para sistemas de aspersão pode ser resumidamente definido como um sistema operacional que opera múltiplos controladores, sensores e outros dispositivos utilizados em sistemas de aspersão, através de uma locação centralizada.
 
Uma grande vantagem do sistema por controle central é a utilização de apenas um par de cabos para interligação de todo o sistema de aspersão. A tecnologia permite que comando e força sejam fornecidos aos componentes do sistema com apenas um par de cabos. Desta forma, grandes extensões de área podem ser cobertas por uma rede sem a necessidade de alto investimento em infraestrutura elétrica e de comando.
 
Controlando de um ponto central, permite que todas as operações do sistema possam ser programadas e monitoradas de forma simples e eficiente. O sistema pode operar com ou sem a intervenção humana. Ações de controle simples, como ajustar tempos de aspersão por localidade, podem ser realizadas através de uma pessoa em um único ponto.
 
Podemos incorporar sensores para as mais diversas finalidades: estação meteorológica, sensor de vazão, de precipitação, umidade, vento e sensores de segurança contra falhas do sistema. A integração das tecnologias permite o uso inteligente da água no controle de particulados na atmosfera.
 
Vantagens da aspersão fixa
Atualmente, as duas únicas formas de se realizar a aspersão em vias de acessos são através da utilização do caminhão pipa e aspersão fixa.  Quando comparamos estas duas modalidades de aspersão, podemos observar que a utilização do sistema de aspersão fixo proporciona vantagens diversas.
 
O simples fato do sistema de aspersão fixa utilizar energia elétrica na operação já torna a sua utilização uma escolha estratégica. Caminhões pipa utilizam o diesel como combustível, uma fonte de energia não renovável que proporciona emissão de gases na atmosfera. O controle destas emissões demanda recursos e esforços, que são totalmente dispensáveis quando da adoção do sistema de aspersão fixa.
 

 
A eficiência na aplicação de água é outro fator que torna a aspersão fixa favorável, uma vez que o volume de água consumido é definido em projeto, e monitorado em tempo real na utilização. A aplicação de água via aspersão fixa é segura, e não causa interferência no tráfego de veículos. O sistema automatizado é apto a operar 24 horas sem a necessidade de mão-de-obra dedicada para realização do processo de aspersão, reduzindo os custos na utilização deste recurso.
 
Em se tratando de custos, podemos considerar que ambos, aspersão via pipa e aspersão fixa, possuem um custo de implantação elevado por quilômetro, contudo, a manutenção e operação do sistema de aspersão fixo pode proporcionar uma economia de até 90% do valor, quando comparado ao mesmo processo realizado por caminhões pipa.
 
Atualmente, é possível obter de forma gratuita, através de empresa especializada em sistemas de aspersão fixa, uma ferramenta que possibilita a comparação dos custos da utilização da aspersão fixa em relação ao caminhão pipa. Trata-se de programa computacional que realiza uma simulação de custos de investimento, operação e manutenção, considerando a adoção de caminhão pipa, próprio ou alugado, e a implantação do sistema de aspersão fixa.  Este programa permite que os usuários insiram os dados e obtenham, detalhadamente, os custos associados a cada modalidade de aspersão adotada, realizando um comparativo de custos e retorno do investimento associado. Através de gráficos e tabelas, os resultados obtidos podem ser impressos, em formato digital ou físico. Além dos resultados dos custos, o programa permite a geração de uma especificação técnica geral do sistema, para fins de aquisição dos equipamentos pelo usuário, uma vez que muitos deles reconhecem a necessidade do sistema, mas não sabem necessariamente o que devem adquirir.
 
O programa tem auxiliado gestores do setor na avaliação do investimento a ser adotado no processo de controle de poeira nas áreas de mineração, o que tem gerado resultados muito positivos na escolha adotada. Considerando que mais de 100 km de sistemas de aspersão fixa foram implantados nos últimos anos, acreditamos que essa tecnologia hoje se consolida como uma ferramenta altamente eficaz, tanto na sua forma operacional quanto na utilização de recursos.
 
(*) Sérgio Luiz Lima Horta, gerente de Mineração da Irricom


Publicidade
  • newsletter MM
  • Boart Long Year
  • JLG
  • Voestalpine
  • JLG
  • Banner Esco
  • Mineiração
  • Tecnologia do Concreto
  • MSA
  • IM Mining
  • martin
  • 19 premio de excelencia
  • VIII Workshop
  • Sandivk
  • Tega
  • banner da Osisoft
  • contato internacional
  • JLG
A republicação e divulgação de conteúdos públicos são permitidas, desde que citados fonte, título e autor. No caso dos conteúdos restritos, não é permitida a utilização sem autorização do responsável. É totalmente livre a citação da URL do Portal (http//www.revistaminerios.com.br) em sítios e páginas de terceiros.
© 2017 - Revista Minerios - Todos os direitos reservados.
L2 Comunicação e Tecnologia