Dedicada à Redução de Custos, Aumento de Produtividade e Manutenção Industrial na Mina e na Planta
Dedicated to Cost Reduction, Productivity, Industrial Maintenance at the Mine and Plant
Youtube
Twitter
Flickr
Youtube
Contact
 
Bomba opera há 36 meses sem manutenção
Equipamento está instalado em porto de areia no Paraná e uma segunda bomba já trabalha há 32 meses com o mesmo desempenho positivo
 
Uma importante extratora de areia do Paraná, que movimenta 60 mil m3 de areia ao ano em apenas uma de suas três unidades espalhadas pelo Estado, opera com seis novas dragas, autopropelidas e com motores eletrônicos, que apresentam menor emissão de gases poluentes e são mais eficientes. A mineradora trabalha com um banco de dados preciso a respeito dos ativos, permitindo acompanhamento diário de desempenho de cada um.
 

Bomba adquirida por mineradora no Paraná
 
A mineradora possui bombas modelo Metso H30 e Metso HG250, e outras duas unidades de outro fabricante. A H30 foi adquirida há 36 meses e registra o recorde de nunca ter sofrido manutenção, nem parada ou troca de peças, o que levou a mineradora a adquirir outro equipamento, dessa vez o modelo HG250. Essa última bomba trabalha há 32 meses e repete o desempenho da H30, ou seja, não precisou de nenhuma intervenção.
 
Para Audrei Moron, coordenadora de Mercado para a Linha de Bombas da Metso, a venda técnica e consultiva é um dos diferenciais que explicam o sucesso dos equipamentos. “Fazemos um acompanhamento profissional para que o produto seja aplicado corretamente”, diz ela. Outra característica da parceria é o comissionamento das bombas, em conjunto com o treinamento da equipe de operadores e dos técnicos de manutenção. Audrei destaca ainda o uso do software PumpDim, específico para dimensionar corretamente a aplicação das bombas. Dessa forma, todos os ajustes necessários são feitos com o apoio do fabricante.
 
 Segundo Audrei, o desempenho das duas primeiras bombas da Metso influenciou a decisão do grupo na compra de outros dois equipamentos, ambos HG250, que devem entrar em operação até o final de 2016.
 
 

Metso (HG 250)

Concorrente

Paradas
Nenhuma até agora
A cada 20 - 30 dias
Consumo de diesel
12 a 15% menor que o concorrente
Maior consumo
Custo em peças/ano
R$ 0 até agora (28 meses)
R$ 28.000/ano
R$60.000 em 28 meses
 
 
Produção/mês
15% mais produção (menos paradas)
Produção menor
Eficiência energética
Opera em 1400 RPM
Opera em 1800 RPM (maior desgaste e maior consumo)
 


Publicidade
  • newsletter MM
  • Boart Long Year
  • JLG
  • Voestalpine
  • JLG
  • Banner Esco
  • Mineiração
  • britanite
  • Tecnologia do Concreto
  • MSA
  • IM Mining
  • martin
  • VIII Workshop
  • Sandivk
  • Tega
  • banner da Osisoft
  • contato internacional
  • JLG
A republicação e divulgação de conteúdos públicos são permitidas, desde que citados fonte, título e autor. No caso dos conteúdos restritos, não é permitida a utilização sem autorização do responsável. É totalmente livre a citação da URL do Portal (http//www.revistaminerios.com.br) em sítios e páginas de terceiros.
© 2017 - Revista Minerios - Todos os direitos reservados.
L2 Comunicação e Tecnologia